SP vacinará pessoas com 38 anos contra a Covid-19 na segunda (12), diz prefeito

Vacinação para pessoas com 37 anos já estará disponível no dia seguinte (13), segundo Ricardo Nunes (MDB)

Gregory Prudenciano e Manuela Nicelvicz, da CNN, em São Paulo
06 de julho de 2021 às 20:25

Em entrevista à CNN na noite desta terça-feira (6), o prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), afirmou que a cidade vai começar a vacinar pessoas com 38 anos na segunda-feira (12), e que já na terça-feira (13) pessoas com idade de 37 anos também poderão receber o imunizante contra a Covid-19

A fala de Nunes aconteceu de maneira remota, a partir de Brasília, para onde o prefeito viajou com uma comitiva da Prefeitura de São Paulo para reuniões com integrantes do governo federal, entre eles o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

"Tivemos um dia intenso em Brasília", disse Nunes, que em maio tornou-se prefeito de São Paulo, depois da morte de Bruno Covas (PSDB). De acordo com o prefeito, o Ministério da Saúde ficou de fazer a homologação de três novas Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e de novos leitos de Unidades de Terapia Intensiva (UTI). 

Outro assunto tratado com Queiroga, disse o prefeito, "foi a questão da vacinação das crianças de 12 a 17 anos". "O ministro nos informou que é a favor dessa vacinação, principalmente para as crianças com comorbidades", afirmou. 

Segundo Queiroga teria dito a Nunes, a decisão sobre vacinas contra a Covid-19 crianças e adolescentes caberá à equipe que coordena o Programa Nacional de Imunização (PNI), e será anunciada nos próximos dias. A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) já autorizou a aplicação do imunizante da Pfizer em crianças e adolescentes. 

Ricardo Nunes (MDB), prefeito de São Paulo, fala à CNN
Foto: CNN Brasil (28.jun.2021)

Variante Delta

O prefeito de São Paulo afirmou que a prefeitura está acompanhando de perto o caso do homem de 45 anos que testou positivo para a variante Delta da Covid-19 - o primeiro caso na cidade. Ricardo Nunes disse que o paciente está isolado e confirmou que outras três pessoas que moram com o infectado também estão com Covid-19, mas ainda não se sabe se essas pessoas foram também infectadas pela variante Delta. 

Testes foram feitos e os resultados devem sair nos próximos dias, adiantou Nunes. 

"É importante destacar que a prefeitura está monitorando. Localizou a residência e está fazendo as ações de vigilância sanitária. Não existe ainda motivo de preocupação, por enquanto temos uma situação de tranquilidade", disse o prefeito.