Rio de Janeiro bate recorde de doses contra Covid-19 aplicadas em 24 h

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, das 76,2 mil doses utilizadas na quarta-feira (7), 70% foram da Janssen

Elis Barreto, da CNN, no Rio de Janeiro
08 de julho de 2021 às 13:44
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Vacinação contra Covid-19 na quadra do Cacique de Ramos, no Rio de Janeiro
Foto: Alexandre Silva/Fotoarena/Estadão Conteúdo (9.abr.2021)

O Rio de Janeiro bateu, nessa quarta-feira (7), o recorde de vacinas contra a Covid-19 aplicadas em apenas um dia. Foram 76 mil vacinados na cidade, uma alta de 20% em relação à média diária. Desse total, mais de 70% receberam a dose única da Janssen. Em alguns postos, o imunizante acabou na metade do dia.

De acordo com a prefeitura do Rio, esta semana será crucial para o plano de vacinação contra o coronavírus por englobar as pessoas na ‘casa’ dos 40 anos, que hoje aparecem como a principal faixa etária nas hospitalizações por Covid-19.

Na manhã dessa quinta-feira (8), a cidade registrava 673 internados com a doença em leitos de enfermaria e UTI. Desde a semana passada, a ocupação na capital tem um cenário de queda. A taxa passou de 96% para 77%.

Nas últimas três semanas, a cidade alcançou a marca de zero pacientes na fila durante mais de 24h. O número de mortes causadas pelo coronavírus também caiu. Entre maio e junho, foi registrada redução de 44%. Os dados foram divulgados no 26º Boletim Epidemiológico da Covid-19.

O secretário municipal de Saúde, Daniel Soranz, afirmou que os números são consequência do avanço da vacinação. “É uma boa notícia. Significa que as vacinas estão funcionando. Mas é importante dizer que o momento ainda é de segurar, tomar cuidado, porque ainda temos um número grande de casos na cidade", alertou.

Até o momento, foram 4,4 milhões de doses aplicadas no município. Com isso, o Rio de Janeiro possui quase 49,6% da população total vacinada com pelo menos a primeira dose ou dose única, índice que sobe para 63,5% em relação apenas à população com 18 anos ou mais. Com o ciclo vacinal completo, são 17,7% dos cariocas.