Cidade de SP pode ter pessoas acima de 18 anos com 1ª dose até início de agosto

Em entrevista à CNN, Edson Aparecido destacou possibilidade de acelerar a vacinação contra Covid-19 na capital paulista

Produzido por Juliana Alves, da CNN em São Paulo
10 de julho de 2021 às 13:01

Em entrevista à CNN neste sábado (10), o secretário municipal da Saúde de São Paulo, Edson Aparecido, afirmou que a expectativa é ter até o início de agosto toda a população acima de 18 anos com a primeira dose da vacina aplicada.

Aparecido afirmou também que não há falta de insumos nem de imunizantes. “Se nós recebermos por parte do governo do estado e do ministério da Saúde, a frequência e a quantidade de vacinas que nós recebemos nesta última semana, que foi uma média de 150 mil doses por dia, nós teríamos condições de até o início do mês de agosto, ter vacinado toda a população acima de 18 anos [com uma dose], vacinando dia a dia uma faixa etária”, afirmou o secretário.

“Na próxima segunda-feira (12), serão as pessoas de 37 anos. Hoje (sábado, 10) nós estamos apenas fazendo a repescagem de 38, 39, 40 e 41 anos e aplicação da dose dois nas 82 AMAs da cidade. Esse é o nosso cálculo, que até o final de novembro, início de dezembro, nós estaríamos com toda a população elegível acima de 18 anos vacinada aqui na cidade de São Paulo”, completou.

Quanto à possibilidade de antecipar o calendário da segunda dose na cidade, se esta for a decisão do governo estadual, o secretário afirmou ser favorável. "Já seria um fator de bloqueio avançarmos para que pelo menos uma dose da vacina seja aplicada em toda a população o mais rápido possível", frisou.

Aparecido também afirmou que a vacinação, até o momento, derrubou a possibilidade de uma terceira onda de contaminação na cidade. "A vacinação tem sido determinante para derrubar a eventualidade de uma terceira. Mas estamos atentos também à nova variante, delta", disse o secretário.

(Com informações do Estadão Conteúdo)