Anac confirma preocupação com Covid e Influenza e monitora casos no setor aéreo

Companhias querem evitar alarde entre passageiros, o que poderia provocar reduções na venda de passagens

Anac manifestou preocupação sobre casos de gripe e Covid-19 entre tripulantes
Anac manifestou preocupação sobre casos de gripe e Covid-19 entre tripulantes Tomaz Silva/Agência Brasil

Basília Rodrigues

Ouvir notícia

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) informou à CNN que está monitorando os casos de doenças respiratórias causadas em pilotos, comissários e demais profissionais do setor aéreo. A preocupação da Anac em comunicar o Ministério da Saúde sobre o aumento de casos de gripe e Covid-19 na tripulação foi revelada pela CNN nesta quinta-feira (6).

Em nota, a agência, que é responsável pela regulação dos voos de companhias aéreas no Brasil, respondeu que “com o objetivo de antecipar possíveis impactos na aviação e auxiliar no plano de ação das empresas aéreas, a agência já havia entrado em contato com representantes das companhias aéreas, aeroportos, concessionária, Empresas de Serviços Auxiliares de Transporte Aéreo (ESATAs) e órgãos de controle sanitário e de saúde”.

A agência afirma que tem atuado na preservação da saúde dos profissionais e dos passageiros que trabalham e utilizam o transporte aéreo. Ao mesmo tempo, informa que monitora as medidas adotadas pelas companhias para minimizar o impacto de atrasos e cancelamentos de voo. Nesta quinta, a Azul informou que 10% das viagens da companhia previstas para o mês de janeiro foram prejudicadas pela alta de dispensa médica da tripulação. Também a Gol registrou casos mas disse não terem impactado na escala de funcionários. A Latam afirmou que ainda não houve alterações nos voos e não comentou sobre possíveis casos em funcionários na companhia.

De acordo com a Anac, “o passageiro que tiver o voo atrasado ou cancelado terá direito à prestação de assistência pelas companhias aéreas, conforme prevê a Resolução 400/2016”.

O setor acompanha e monitora a situação para evitar alarde em passageiros, o que poderia provocar desmarcações ou reduções na venda de passagens. A Anac recomenda aos passageiros que acompanhem a confirmação do voo pelos serviços disponíveis pela empresa aérea como aplicativos, site e central de atendimento. “Para evitar qualquer transtorno antes ou após a viagem, é importante que o passageiro saiba dos seus direitos e deveres e esteja atento às informações dispostas no contrato de transporte”.

Mais Recentes da CNN