Casal que viajou para a África do Sul é preso após fugir de quarentena na Holanda

Autoridades holandesas detectaram 61 casos de Covid-19 em dois voos vindos de Joanesburgo e Cidade do Cabo

Casal pousou no Aeroporto Internacional de Amsterdã "Schiphol" na última sexta-feira (26).
Casal pousou no Aeroporto Internacional de Amsterdã "Schiphol" na última sexta-feira (26). Reuters

Sharon BraithwaiteLilit Marcusda CNN

Ouvir notícia

A polícia da Holanda disse, neste domingo (28), que prendeu um casal que havia “fugido” de uma quarentena obrigatória ordenada pelo governo.

A dupla, que a agência AFP identificou como um espanhol de 30 anos e uma portuguesa de 28 anos, teria chegado ao aeroporto de Schiphol, em Amsterdã, na sexta-feira (26). Eles vieram da África do Sul, onde a nova variante do coronavírus Ômicron foi identificada pela primeira vez na semana passada.

Marechausse, a polícia militar holandesa, “prendeu um casal esta noite que havia fugido de um hotel em quarentena”, disse o porta-voz da polícia Stan Verberkt à CNN.

Marechausse não especificou se algum deles tinha testado positivo para a Covid-19. Também não se sabe como a polícia descobriu que o casal havia deixado seu hotel de quarentena.

A dupla estava a bordo de um dos dois voos da África do Sul – de Joanesburgo e da Cidade do Cabo para Amsterdã –, onde pelo menos 61 passageiros tiveram resultado positivo para o vírus, com 13 desses casos confirmados como sendo a variante Ômicron.

Um total de 600 passageiros dos dois aviões foram colocados em quarentena em um hotel próximo ao aeroporto.

O casal foi preso “(a bordo) de um avião que estava prestes a decolar rumo à Espanha às 18 horas, no horário local, e as duas pessoas foram transferidas para a GGD (autoridade regional de saúde holandesa)”, acrescentou Verberkt.

As autoridades holandesas decidirão se o casal será acusado de comprometer a segurança pública.

A porta-voz do GGD Stefanie van Waardenburg confirmou que o casal estava entre os passageiros de um voo que pousou em Schiphol vindo de Joanesburgo, na sexta-feira.

A autoridade de saúde está realizando mais testes nos passageiros para ver se algum deles carrega a nova variante Ômicron, acrescentou Waardenburg.

A Holanda está entre os países que proibiram voos da região da África Austral (incluindo a África do Sul) após relatos da nova variante.

* Matéria traduzida. Leia a original aqui.

Mais Recentes da CNN