Por US$ 299, Microsoft anuncia Xbox Series S, segundo videogame da nova geração


Murillo Ferrari, da CNN, em São Paulo
08 de setembro de 2020 às 08:40 | Atualizado 08 de setembro de 2020 às 14:44
Microsoft confirmou a existência do Xbox Series S após vazamentos

Microsoft confirmou a existência do Xbox Series S após vazamentos de informações sobre o videogame

Foto: Divulgação/ Xbox

A Microsoft confirmou nesta terça-feira (8) seu segundo console de videogame da nova geração, o Xbox Series S, que tem um preço estimado de US$ 299 (cerca de R$ 1,5 mil, sem considerar impostos) e é o menor aparelho já feito pela empresa.

“Vamos tornar isto oficial! Xbox Series S | Performance ‘Next-gen’ no menor Xbox da história. Preço estimado de venda: US$299”, escreveu a empresa no Twitter da sua marca de videogames.

O tuíte oficial da empresa, mostrando também o design do aparelho, foi publicado às 4h desta terça depois de sites e jornalistas especializados divulgarem os primeiros detalhes do Xbox Series S.

Horas depois, em outra mensagem no Twitter e em trailer divulgado no YouTube (veja abaixo), a Microsoft revelou detalhes técnicos e a data de lançamento do console: 10 de novembro.

Assista e leia também:

Com console de US$ 299, Xbox 'manda recado' para jogos mobile, diz especialista

Xbox Series X sai em novembro, mas ‘Halo Infinite’ tem lançamento adiado

O aparelho será capaz de rodar jogos na resolução 1440p e com até 120 quadros por segundo, terá suporte a tecnologia de raytracing – que ajuda a iluminar sombras e projetar luzes melhor –, terá armazenamento em SSD de 512GB e poderá reproduzir mídias em 4K. Como indicado pelas imagens, o Xbox Series S não terá leitor de mídia física.

A existência de um segundo console da Microsoft para a nova geração era especulada desde agosto, depois que imagens de supostas caixas do controle do novo videogame apareceram na internet dizendo que o acessório era compatível com “Xbox Series X | S”. Na época, a empresa preferiu não comentar os rumores.

Além do Xbox Series S confirmado nesta terça, a Microsoft lançará no fim deste ano o Xbox Series X, cujo preço oficial ainda não foi divulgado. Anteriormente, a empresa confirmou que o lançamento do Xbox Series X acontecerá em novembro, mais não especificou o dia.

Considerado o videogame mais poderoso da história, além de melhor performance o Xbox Series X terá também um preço maior do que o do Xbox Series S. Sites especializados em entretenimento estimam que o aparelho será vendido por entre US$ 499 (R$ 2,6 mil) e US$ 599 (R$ 3,1 mil) nos Estados Unidos.

Disputa pelo mercado

A existência de um aparelho da nova geração com um preço mais acessível parece ser parte da estratégia da Microsoft para não repetir os erros cometidos com seu atual videogame, o Xbox One, considerado caro à época de seu lançamento.

O Xbox One foi disponibilizado ao público dos EUA em 22 novembro de 2013 por US$ 499 – o pacote incluía o acessório Kinect, uma câmera em alta definição usada para controlar jogos com movimentos do corpo. 

Seu principal rival, o PlayStation 4, da Sony, chegou às lojas uma semana antes, em 15 de novembro de 2013, por US$ 399.

Assista e leia também:

Microsoft revela 'Halo Infinite' e outros jogos para o Xbox Series X

Microsoft tem receita acima do esperado pelo mercado no 2º trimestre

Com vendas menores do que o esperado, em maio de 2014 a Microsoft tornou opcional o uso do Kinect no Xbox One e lançou uma versão mais barata do videogame, também por US$ 399.

Desde seu lançamento, o Xbox One vendeu cerca de 48,3 milhões de unidades em todo o mundo, incluindo os modelos S e X – revisões do aparelho lançadas em 2016 e 2017 – de acordo com o site VGChartz, que monitora a venda de consoles e jogos de videogame em todo o mundo.

Já o PS4 acumula quase três vezes mais unidades vendidas: 112,9 milhões em todo o mundo, considerando também os modelos Slim e Pro, lançados em 2016.