Usuários relatam pane no YouTube em várias partes do mundo


Guilherme Venaglia, da CNN, em São Paulo
11 de novembro de 2020 às 22:32
Vista externa dos escritórios do YouTube em Londres, no Reino Unido

Vista externa dos escritórios do YouTube em Londres, no Reino Unido

Foto: Toby Melville/Reuters (11.set.2020)

Serviços operados pelo Google registram instabilidade de funcionamento na noite desta quarta-feira (11), segundo relatos de usuários e plataformas de monitoramento. O destaque fica por conta do YouTube, plataforma de vídeos com registros de interrupção global.

A plataforma Downdetector registra falhas de funcionamento desde as 21h desta quarta. O pico de notificações de queda foi às 21h22, mas os problemas continuavam até depois das 22h, ainda segundo a plataforma.

Dentre as notificações, 9% dos usuários diziam que o problema era geral, 21% na execução do site e a maior parte, 69% do total, na reprodução dos vídeos.

Assista e leia também:

GSI emite alerta para blindar sites do governo de invasão hacker que atingiu STJ
China lança primeiro satélite equipado com tecnologia 6G

Os maiores focos de registro de problemas estão nos Estados Unidos, no Canadá, na Europa, no Brasil e no Uruguai, mas há notificações em todos os continentes. O Google e o Google Play também registraram pico de notificações, também nos mesmos locais.

Em publicação nas redes sociais, o YouTube admite o problema e afirma que está trabalhando para solucioná-lo. "Se você está tendo problema assistindo vídeos no YouTube agora, você não está sozinho -- nosso time está ciente do assunto e trabalhando em uma solução. Nós informaremos aqui por novas atualizações."