Eclipse lunar penumbral será visível na madrugada de segunda; entenda fenômeno

Este será o último eclipse lunar do ano e poderá ser visto em toda a América, Austrália e partes da Ásia

Ashley Strickland, CNN
29 de novembro de 2020 às 09:27
Lua
Foto: Ponciano/Pixabay

Faça uma pausa nesta semana para aproveitar a lua cheia e um eclipse lunar penumbral. Os dois eventos serão visíveis na manhã da segunda-feira (30). Eclipses lunares ocorrem apenas durante a lua cheia, mas um eclipse lunar penumbral é diferente de um eclipse lunar total.

Um eclipse penumbral acontece quando a lua se move para a penumbra da Terra, ou a sombra externa do planeta. Esse fenômeno faz com que a lua pareça ser mais escura do que o normal.

Durante um eclipse lunar total, a mudança é mais dramática, já que a lua inteira parece ter uma cor avermelhada.

Este é o último eclipse lunar penumbral do ano e será visível em todo o continente americano, além de Austrália e partes da Ásia, com variações de horário para cada local.

Leia também:

Júpiter e Saturno terão encontro mais próximo desde 1623

China lança missão para coletar amostras da Lua

Cerca de 85% da lua ficará mais escura durante o pico, fase intermediária do eclipse. Embora esse tipo de efeito de sombra na lua seja visível ao olho nu, a Agência Espacial Americana (NASA) recomenda o uso de um telescópio para aproveitar mais o fenômeno.

Mas não se preocupe em tentar determinar quando a lua entra e sai da penumbra, já que o movimento não é visível nem mesmo por telescópios.

No dia 30 de novembro, seguindo o horário de Brasília, a lua entrará na penumbra às 4h29 da madrugada e deixará a penumbra às 6h56. O pico do eclipse, quando a lua estará mais escura, será às 6h42. O momento em que ela estará maior, em toda sua plenitude, será às 6h30.

Ao contrário do que acontece com eclipses solares, o uso de óculos especiais não é necessário para eclipses lunares.