Aplicativo Periscope será descontinuado

App de transmissão de lives foi comprado pelo Twitter em 2015

Anna Satie, da CNN em São Paulo
15 de dezembro de 2020 às 17:41
Logo do Periscope ao lado do logo do Twitter
Foto: Reprodução/Medium

O aplicativo do Periscope será descontinuado até março de 2021, anunciou a empresa em comunicado nesta terça-feira (15). A plataforma de transmissões ao vivo foi comprada pelo Twitter em 2015 e dá suporte às lives da rede social.

Segundo a companhia, o aplicativo não era mais sustentável. "Queremos ser transparentes sobre porque estamos fazendo essa decisão, especialmente para aqueles que são usuários ativos e apaixonados do Periscope até hoje. A verdade é que o aplicativo Periscope está em um estado de manutenção insustentável, e está assim há algum tempo", diz a nota.

"Nos últimos anos, vimos um declínio no uso e sabemos que o custo para manter o app só vai subir".

Leia também:

Twitter terá um hacker como chefe de segurança

A Europa se tornou um algoz das Big Techs – e nem Biden conseguirá mudar isso

"As capacidades e o ethos do time e da estrutura do Periscope já permeiam o Twitter, e estamos confiantes de que os vídeos ao vivo têm potencial de atingir uma audiência ainda maior por meio do Twitter", disseram. 

A partir de uma data próxima, não será possível criar uma nova conta no app. Todos os usuários poderão baixar os arquivos das transmissões já feitas e os vídeos compartilhados pelo Twitter serão mantidos como replays.