Companhias aéreas proíbem álcool em aviões em resposta à Covid-19

Medida faz parte de uma revisão abrangente do serviço de alimentos e bebidas do setor para minimizar a interação entre a tripulação e os passageiros

Maureen O'Hare, da CNN
17 de junho de 2020 às 05:30
Aeromoça conversa com passageiro em voo da Virgin Australia
Foto: Cortesia da Virgin/AirlineRatings.com


As vendas de bebidas alcoólicas podem ter crescido durante o confinamento, mas nosso retorno às viagens aéreas será uma experiência bem mais sóbria.

Companhias aéreas como Easyjet e KLM, na Europa, Delta Air Lines e American Airlines, nos Estados Unidos, e a Virgin Australia, na Ásia, estão suspendendo todo ou parte de seu serviço de bebidas alcoólicas em resposta à Covid-19.

A medida faz parte de uma revisão abrangente do serviço de alimentos e bebidas do setor para minimizar a interação entre a tripulação e os passageiros e garantir uma viagem mais segura para todos.

Com máscaras faciais já obrigatórias em praticamente todos os voos ao redor do mundo, e nova legislação introduzida em janeiro de 2020 para conter o comportamento antissocial nos aviões, essa é mais uma das restrições literais e legais para quem quiser ficar mais solto a bordo.

Muitas companhias aéreas estão limitando as opções de bebida à água. Como as máscaras devem ser usadas o tempo todo, exceto quando os passageiros estão comendo e bebendo, retirar as bebidas é uma maneira de garantir que os passageiros só consumam o estritamente necessário.

Europa

A companhia aérea britânica de baixo custo Easyjet retomou rotas domésticas no Reino Unido e na França em 15 de junho, juntamente com várias rotas internacionais.

Embora os clientes possam trazer alimentos e bebidas não alcoólicas a bordo, no início a única bebida oferecida a bordo será água, que deve ser solicitada à tripulação. O serviço de alimentação será retomado gradualmente nos próximos meses.

A tripulação gerenciará o uso dos banheiros – por isso é melhor que os passageiros não se entupam de cerveja Guinness e copos de gin-tônica antes de embarcar.

A Virgin Atlantic vai distribuir aos passageiros "Health Packs” (pacotes de saúde) completos com máscaras faciais, lenços umedecidos e álcool em gel para as mãos. A companhia também suspendeu temporariamente o álcool a bordo.

A KLM, empresa de bandeira holandesa, suspendeu as vendas de bebidas quentes e alcoólicas, mas você ainda pode pedir à tripulação mais água e refrigerantes – os passageiros receberão bebidas pré-embaladas e deixadas nos assentos ao embarcar.

Refeições quentes serão servidas apenas em voos com duração superior a nove horas.

A British Airways, mais famosa aérea britânica, está suspendendo seu serviço de bebidas alcoólicas apenas na classe econômica (sua classe "Euro Traveler") e em voos curtos, nos quais os passageiros receberão refrigerantes e suco junto com uma garrafa de água. Refeições especiais, como as indicadas para crianças, estão temporariamente indisponíveis.

A companhia aérea irlandesa Ryanair também retomou um horário de voos limitado e providenciou que todos os alimentos sejam pré-embalados e pré-encomendados antes do check-in. O álcool não está fora do cardápio, apenas as bebidas quentes, indisponíveis durante todo o mês de julho.

Américas


A Delta Airlines não serve bebidas alcoólicas em voos domésticos ou dentro das Américas, mas oferece cerveja, vinho e destilados em todos os outros voos internacionais.

Na American Airlines, o serviço de comida e bebida foi limitado dentro dos aviões de acordo com a duração e o destino do voo. O acesso ao álcool, no entanto, está permitido nos voos internacionais de longa duração e aos passageiros da Primeira Classe.

Na Ásia, a companhia áerea Cathay Pacific, de Hong Kong, ainda servirá bebidas durante todo o voo, mas o bar pré-refeição e os coquetéis preparados na hora estão temporariamente suspensos.

A Virgin Australia está servindo a todos os passageiros água e lanche de cortesia, mas alimentos e bebidas adicionais não estão mais disponíveis para compra a bordo.

Portanto, se você estiver viajando nos próximos meses, leve bastante água e lanches saudáveis, mantenha a máscara quando não estiver comendo ou bebendo e fique feliz por estar sendo poupado da desidratação relacionada ao álcool, um dos principais fatores que levam ao jet lag.

(Texto traduzido. Clique aqui para ler a reportagem original, em inglês).