Com Flórida com pico de Covid-19, Disney tem primeiro dia de parques abertos

Atração ficou quatro meses fechada em razão da pandemia do novo coronavírus

Da CNN
11 de julho de 2020 às 12:21 | Atualizado 11 de julho de 2020 às 15:01
Pessoas se reúnem na frente do castelo da Cinderella, no Walt Disney World, na Flórida, antes da reabertura
Foto: John Raoux - 9.jan.2019/ AP

A espera acabou. Quatro meses após o fechamento por causa da pandemia do novo coronavírus, o Walt Disney World Resort, na Flórida, reabriu oficialmente neste sábado (11). 

A Disney confirmou à CNN que o Magic Kingdom e o Animal Kingdom abriram seus portões nesta manhã.
O Epcot e o Hollywood Studios devem receber os visitantes na quarta-feira.

É o primeiro parque da Disney a reabrir nos EUA, depois que três resorts na Ásia – de Tóquio, Xangai e Hong Kong – voltaram a receber visitantes.

A reabertura ocorre num momento em que a Flórida vive um pico de casos de Covid-19. Na sexta-feira (10), foram registrados 10 mil casos da doença no estado.

Leia também:
Disney reabre parques na Flórida em meio ao aumento de casos de coronavírus

Como entrar?

A empresa criou o Disney Park Pass, um sistema de reservas para controlar a entrada dos visitantes nos parques.

Os turistas criam seus grupos e reservam uma data para cada pessoa maior de três anos. Há o limite de visitação de um parque por dia. Os visitantes que têm um ingresso para vários dias precisam fazer uma reserva para cada dia.

Lá dentro

Regras que já são adotadas em outros tipos de estabelecimento também foram impostas no Walt Disney World. A medição da temperatura corporal na entrada, o uso de máscaras e o respeito ao distanciamento são obrigatórios durante a permanência nos parques. Quem está em estado febril ou com febre será impedido de entrar.

Nos restaurantes da Disney, os visitantes precisam reservar horários e usar máscaras, exceto enquanto estiverem comendo ou bebendo. Os cardápios estarão em cartazes. As famosas experiências onde funcionários fantasiados de personagens visitam as mesas e tiram fotos, não estão liberadas ainda.

A Disney disse que aumentou a frequência de limpeza e desinfecção de superfícies onde as pessoas costumam tocar, como corrimãos, bancos, elevadores, mesas e escadas rolantes.

Em alguns espaços, a administração dos parques colocou barreiras e marcações de piso para promover o distanciamento entre as pessoas enquanto estiverem em filas. Os funcionários da Disney foram treinados para promover o distanciamento entre os visitantes.

(Com informações de Julie Tremaine, da CNN)