Disney de Hong Kong volta a fechar após escalada em casos de Covid-19


Frank Pallotta, da CNN Business
13 de julho de 2020 às 15:39
Personagens da Disney cumprimentam visitantes do parque temático em Hong Kong

Personagens da Disney cumprimentam visitantes do parque temático em Hong Kong

Foto: Bobby Yip/Reuters (21.jan.2008)

A Disney de Hong Kong vai voltar novamente a fechar os portões.

O resort, que reabriu em 18 de junho, vai fechar após o endurecimento das medidas de distanciamento social após um aumento de 52 novos casos de Covid-19 na cidade.

"Como pedido pelas autoridades do governo e da saúde, alinhados com os esforços para prevenção implementados em Hong Kong, o parque da Disneylândia em Hong Kong vai fechar temporariamente a partir de 15 de julho", disse um porta-voz da empresa.

Os hotéis do resort vão continuar abertos com "níveis ajustados de serviço", de acordo com o porta-voz. 

"Eles implementaram medidas aprimoradas de saúde e segurança que refletem as diretrizes das autoridades do governo e da saúde, como distanciamento social e aumento na limpeza e sanitização", diz o comunicado.

Leia também:

Com Flórida com pico de Covid-19, Disney tem primeiro dia de parques abertos

Sindicato de trabalhadores de hotel da Disney protesta contra reabertura

Os resorts e parques da Disney são uma parte grande do negócio da empresa. A unidade trouxe mais de US$ 26 bilhões (aproximadamente R$ 137 bilhões) no ano fiscal de 2019, mas foi fortemente afetada nos últimos quatro meses por conta da pandemia, quando o lucro caiu 58% em relação ao ano passado.

O novo fechamento da Disneylândia de Hong Kong vem dias após a companhia reabrir seu complexo mais importante: o Walt Disney World, na Flórida.

O resort reabriu neste sábado (11), apesar do número crescente de casos no estado.

A Disney World começou um processo de reabertura gradual, com apenas o Magic Kingdom e o Animal Planet funcionando ao longo do final de semana. Os outros dois parques, Epcot e Hollywood Studios, vão reabrir em 15 de julho. A Disney está implementando várias medidas de saúde para retomar com segurança.

Josh D'Amaro —novo presidente dos Parques, Experiências e Produtos da Disney —disse que o resort é seguro para os visitantes. 

"Estamos em um novo normal", disse D'Amaro à CNN Business neste sábado. "O mundo está em um lugar diferente, mas nos sentimos realmente preparados para operar neste novo ambiente". 

A Flórida bateu o recorde nacional para novos casos de infecção pelo novo coronavírus confirmados em um único dia. O Departamento de Saúde do estado reportou ao menos 15.299 casos neste domingo (12). 

(Texto traduzido, leia o original em inglês)