Empresa aérea japonesa testa banheiros com portas que abrem sem as mãos


Lilit Marcus, da CNN
24 de agosto de 2020 às 09:47 | Atualizado 25 de agosto de 2020 às 10:29

Mesmo antes da pandemia do novo coronavírus iniciar uma discussão global sobre higiene, havia uma parte do avião na qual ninguém queria encostar: a porta do banheiro.

É por isso que a companhia aérea japonesa ANA está testando um novo banheiro com porta que abre sem as mãos, para que os passageiros possam abri-la com o cotovelo ou o braço.

Um dos maiores desafios para projetar qualquer coisa para uma aeronave é a falta de espaço. Portas de banheiro abrem para dentro (para evitar bloqueio nos corredores) e tem alças planas em vez de maçanetas.

Assista e leia também:
Como serão as cabines de avião no futuro pós-pandemia?
Este assento de avião pode proteger contra a Covid-19?
Acessório em assentos de avião pode ajudar a manter distanciamento social

Empresa desenvolveu porta que abre sem as mãos

Empresa desenvolveu porta que abre sem as mãos, para que os passageiros possam abri-la com o cotovelo ou o braço

Foto: CNN

Mas o que vemos no protótipo da ANA é algo higiênico e que ocupa pouco espaço. A já conhecida maçaneta prateada conta com uma mola que permite a abertura da porta por meio de pressão, em vez de puxá-la para fora.

Dentro do banheiro, o mecanismo de tranca parece muito familiar, com um botão que vai de um lado para o outro. Um botão maior pode ser acionado como cotovelo para trancar e destrancar a cabine.

Protótipo em aeroporto

Atualmente, o protótipo da porta está disponível somente no lounge da ANA no Aeroporto Internacional de Tóquio, onde a empresa está recolhendo as opiniões dos usuários, processo que terminará no fim de agosto. Se o projeto se provar popular e de fácil utilização, pode ter o uso ampliado.

A inovação foi projetada pela Jamco, uma companhia japonesa especializada em produtos para a indústria da aviação. Ela é conhecida por seu trabalho com poltronas, cozinhas e banheiros.

Atualmente, os passageiros que voam com a ANA são orientados a usar máscaras e quiosques de autoatendimento para fazer check-in e despachar a bagagem. Muitos membros da tripulação estão usando, além das máscaras, protetores faciais como proteção adicional.

“Quando você começar a viajar de avião de novo, ofereceremos o mesmo conforto e prazer de antes”, afirmou o presidente e CEO da ANA, Yuji Hirako, em um comunicado anunciando o novo programa de limpeza “ANA Care Promise”.

De acordo com a companhia, dentre as medidas de higiene estão a instalação de filtros de ar a bordo – da mesma qualidade utilizada em salas de operação de hospitais – e desinfecção regular de todas as superfícies do avião, incluindo portas de banheiros.

(Texto traduzido, clique aqui e leia o original em inglês.)