Na Bahia, Anthony Bourdain tomou caipirinha e comeu moqueca de peixe venenoso


Karla Chaves e Leandro Dizioli, da CNN, em São Paulo
02 de setembro de 2020 às 05:00 | Atualizado 05 de setembro de 2020 às 07:56

 

A CNN Brasil vai exibir Lugares Desconhecidos, com Anthony Bourdain, um dos programas de gastronomia e viagem de maior prestígio já produzidos na televisão mundial. A estreia será no dia 6 de setembro (domingo), às 18h30. Na versão brasileira, a apresentação será do chef e apresentador André Mifano.

Amante de culturas e cozinhas nativas, ao longo de 12 temporadas do programa “Parts Unknown”, da CNN Internacional, o chef Anthony Bourdain visitou mais de 30 países. 

Na Bahia, ele se sentou em um bar simples para tomar uma caipirinha. Com o artista baiano Bel Borba, comeu uma moqueca de baiacu. O peixe é venenoso e, se não for preparado da forma certa, pode matar. 

Leia também:
Amante da cena punk, Anthony Bourdain cozinhou para bandas em troca de ingressos

À CNN Brasil, Bel Borba relembrou como foi o encontro em 2014. “Eu pedi um drink na hora da gravação e achei que ele iria tomar só aquele comigo, mas depois já pediu outro e mais outro. Com ele, a informalidade decolava. Ele me deixou muito à vontade e honrado. Ele era um apreciador de tudo que é bom e belo, como dizia Picasso”, afirmou. 

Em suas viagens, mais do que experimentar novos sabores, amava ouvir histórias. Bourdain, que morreu em 2018, na França, aos 61 anos, costumava dizer que desde o início o objetivo dele era ir além de um programa de turismo ou gastronomia. O chef usava a comida para mostrar o mundo e suas peculiaridades.

Anthony Bourdain experimenta uma caipirinha durante episódio de "Lugares Desconh

Anthony Bourdain experimenta uma caipirinha durante episódio de "Lugares Desconhecidos" gravado na Bahia (01.set.2020)

Foto: CNN Brasil

Nunca recuse comida

Sedento por experiências, o chef experimentava tudo que fazia parte da cultura do lugar onde estava, até mesmo as comidas mais estranhas. 

Na coreia, ele provou o prato conhecido como sopa da morte, preparado com bicho da seda. já em uma viagem pela Tailândia, experimentou um prato que muitas pessoas mal conseguem olhar: sopa de sangue cru de porco.

Em uma entrevista ao âncora da CNN Anderson Cooper, ele explicou o motivo para não recusar comida. “Quando alguém oferece uma refeição, é como se estivesse dando as boas-vindas. Recusar seria um enorme desrespeito. Depois que eu provo é como se uma barreira fosse derrubada. A pessoa parece se sentir mais à vontade comigo, e é aí que eu ouço as melhores histórias” revelou.

 

Bourdain comendo em restaurante com dois amigos em Los Angeles

Anthony Bourdain compartilha uma refeição com o chef Roy Choi e o proprietário do restaurante Roy Kim no Dong Il Jang, em Koreatown de Los Angeles.

Foto: Zero Point Zero