Singapura anuncia o lançamento de cruzeiros 'para lugar nenhum'


Chen Lin, da Reuters
08 de outubro de 2020 às 04:58 | Atualizado 08 de outubro de 2020 às 05:06
A indústria global de cruzeiros sofreu um grande golpe com a pandemia de Covid-1

A indústria global de cruzeiros sofreu um grande golpe com a pandemia de Covid-19

Foto: FindingSR/ Pixabay


O órgão responsável pelo turismo em singapura anunciou o lançamento de cruzeiros "para lugar nenhum" a partir de novembro, enquanto o setor tenta alavancar as viagens afetadas pela pandemia do novo coronavírus.

As empresas Genting Cruise Lines e a Royal Caribbean International conduzirão os cruzeiros piloto, que não têm portos de escala e que operam com metade da capacidade dos cruzeiros normais, seguindo protocolos de saúde rigorosos.

O anúncio foi feito pela Singapore Tourism Board (STB), nesta quinta-feira.

Os cruzeiros, que a STB classificou como "viagens de ida e volta", são abertos apenas para quem mora em Singapura e vão navegar em águas próximas à cidade-estado.

Leia também:
Companhia aérea oferece voo de sete horas a lugar nenhum

Taiwan oferece voos de mentira para quem está com saudades de viajar

A indústria global de cruzeiros sofreu um grande golpe com a pandemia de Covid-19, com alguns dos primeiros grandes surtos encontrados em navios do tipo.

O plano de Singapura surge em um momento em que viajantes na Ásia compram passagens em "voos para lugar nenhum" que decolam e pousam no mesmo aeroporto.

"Este piloto de cruzeiro é uma oportunidade valiosa para os operadores de cruzeiros reinventarem toda a experiência de cruzeiro, a fim de reconquistar a confiança dos passageiros", disse Keith Tan, presidente-executivo da STB.

Enfrentando sua recessão mais profunda este ano, a ilha do sudeste asiático tem gradualmente afrouxado suas restrições ao novo coronavírus para impulsionar sua economia.

Os cruzeiros exigirão que os passageiros façam testes obrigatórios de Covid-19 antes do embarque e evitem contato próximo com outras pessoas a bordo.

Globalmente, algumas empresas de cruzeiros estão reiniciando as operações gradativamente, mas a indústria está longe de atingir a capacidade de nível pré-Covid-19.

A Royal Caribbean International disse que sua viagem de três noites de Singapura para lugar nenhum tem um preço base de 374 dólares de Singapura (cerca de R$ 1.500).

O navio, Quantum of the Seas, possui uma cápsula de observação de vidro(91 metros) acima do nível do mar, uma escola de trapézio, coquetéis servidos por robôs e já ofereceu paraquedismo, surfe, carros de choque, patinação e jogos.