RJ: 17 praias cariocas estão próprias para banho de mar no feriado

A permanência na faixa de areia está proibida, mas o banho de mar está liberado

Camille Couto, Isabelle Resende e Isabelle Saleme, da CNN, no Rio de Janeiro
12 de outubro de 2020 às 15:33 | Atualizado 12 de outubro de 2020 às 15:35

Apesar da temperatura amena, teve quem não dispensou o mergulho no mar do Rio de Janeiro nesse feriado de Nossa Senhora Aparecida, padroeira do Brasil. Segundo o boletim do Instituto Estadual do Ambiente (INEA), 17 praias cariocas são recomendadas para o banho.

São elas:

Barra de Guaratiba

Grumari

Prainha

Pontal de Sernambetiba (com exceção do trecho em frente ao canal de Sernambetiba)

Recreio

Barra da Tijuca (exceto em frente ao 2º Grupamento do Corpo de Bombeiros e no Quebra Mar, em frente à Rua Sargento João da Faria)

Joatinga

Pepino

Vidigal, Leblon (menos em frente à Rua Rita Ludolf)

Ipanema (com exceção dos trechos em frente às Ruas Paul Redefern e Joana Angélica)

Arpoador

Diabo

Copacabana

Leme

Vermelha

Urca

Estão impróprias para o banho as praias de São Conrado, do  Flamengo e de Botafogo.

Leia e assista também:

Rio tem praias e bares cheios após nova fase de flexibilização
'Aglomerações nas praias do RJ podem ter elevado internações', diz pesquisadora
Banhista é imobilizado e detido por guardas municipais em praia na Bahia

Praia carioca durante o feriado prolongado de 12 de outubro
Foto: CNN Brasil (12.out.2020)

Já com relação à qualidade da areia, a Prefeitura do Rio não faz o monitoramento desde maio do ano passado.

De acordo com a Secretaria Municipal de Meio Ambiente o serviço está suspenso. Uma nova licitação foi feita para retomada do monitoramento, mas, com a pandemia, os recursos foram direcionados para o combate à covid-19.

Ainda segundo a SMAC, não há previsão de retomada do processo licitatório.

A permanência na faixa de areia está proibida. Pelo plano de flexibilização da cidade, apenas o banho de mar e os exercícios estão liberados. Mesmo assim, no domingo (11), mais uma vez, houve aglomerações nas praias.

Equipes da CNN flagraram pessoas nas areias das praias do Leme e de Copacabana.

Em nota, a Guarda Municipal informou que continua realizando a fiscalização. Nos últimos quatro meses (até 08/10) já foram feitas 8.867 notificações, sendo 82,89% delas pela falta do uso de máscara.

O equipamento de proteção segue obrigatório e quem não usar pode ser multado. O valor da infração é em torno de R$107.

(Edição: Marcio Tumen Pinheiro)