Empresa cria golfinho robô hiper-realista para substituir animais em aquário


Da CNN
14 de outubro de 2020 às 11:21

Um golfinho robô promete ser a novidade nos aquários da China. A ideia busca evitar que animais marinhos sejam mantidos e criados em cativeiro.

A empresa por trás das animações usadas em filmes como "Free Willy" quer transformar para sempre a experiência de visitar um aquário para turistas do mundo todo.

Leia e assista também:

Ausência de barcos mudou comportamento de golfinhos em Fernando de Noronha
Com 50 anos, tubarão 'matriarca do mar' teve mais de 100 filhotes
Estudo diz que há 14 milhões de toneladas de microplásticos no fundo do mar

Golfinho em tanque de água

Golfinho em tanque de água

Foto: Reprodução/CNN Brasil (14.out.2020)

Na indústria do cinema desde a década de 1990, o grupo está investindo na criação de animais hiper-realísticos para enviá-los a novos aquários na China, no lugar de golfinhos que foram capturados.

A ideia pode agradar grupos ambientalistas que protestam em todo o planeta contra espécies mantidas em cativeiro e exibidas ao público, como em um dos parques temáticos da Flórida.

Segudo o diretor da empresa, biólogos marinhos foram chamados para ajudar na criação do robô. Eles estudaram cada movimento dos golfinhos para recriá-los da forma mais real possível.

Agora, os planos da companhia incluem a criação de um tubarão-branco, o maior peixe predador da natureza.

(Edição de texto: Luiz Raatz)