Tradicionais mercados de Natal devem abrir mesmo em meio à pandemia


Por Tamara Hardingham-Gill, da CNN
11 de novembro de 2020 às 05:00
Mercado de Natal

Mercados de Natal são tradicionais em diversos países do Hemisfério Norte

Foto: ShenXin/ Pixabay


 

Nada como um mercado de Natal típico europeu para evocar o espírito de Natal às pessoas.

Esses eventos parecem ter começado em Viena – o primeiro registro da cidade de um mercado de dezembro foi em 1298 –, mas a tradição se espalhou pelo mundo ao longo dos séculos.

Da Alemanha à Suíça e à Nova York, é difícil encontrar um destino turístico cobiçado que não tenha um mercado de Natal impressionante. Alguns se tornaram tão populares que até se tornaram atrações turísticas por conta própria.

Leia também:
Aeroporto de Berlim encerra atvidades comerciais após 60 anos

Em tradicional Réveillon de Copacabana, aluguel por temporada cai até 15%

Infelizmente, devido à pandemia da Covid-19, alguns mercados festivos conhecidos não serão montados neste ano.

Aqui está nosso resumo dos mercados de Natal que funcionarão em 2020, bem como aqueles que foram cancelados. Todas as informações são válidas até 9 de novembro de 2020 - vale a pena verificar se houve alguma atualização posterior.

Mercado de Natal de Sonho Vienense (Áustria)

Com passeios de renas, uma roda-gigante e um presépio clássico para se maravilhar, o espetáculo mágico de Viena encapsula o espírito festivo de maneira fantástica.

Embora existam cerca de 20 mercados de Natal na capital austríaca para escolher, o Sonho de Natal Vienense, em frente à Câmara Municipal, ou Rathausplatz, é um dos seus eventos mais antigos e tradicionais.

No evento, também conhecido como Wiener Christkindlmarkt, há mais de 150 barracas que oferecem iguarias saborosas como salsichas austríacas e biscoitos de gengibre, além de ponche natalino caseiro.

A famosa Árvore dos Corações, um bordo gigante decorado com centenas de corações brilhantes, é uma das favoritas dos visitantes e um cenário perfeito para fotos.

Vai acontecer este ano? Sim. O Mercado de Natal de Sonho Vienense acontecerá com uma série de medidas de segurança adicionais, como coberturas faciais obrigatórias para visitantes e funcionários (exceto durante o consumo de alimentos e bebidas).

O início estava previsto para meados de novembro, mas a data de inauguração não foi confirmada devido a um lockdown de várias semanas determinado pelo governo federal austríaco e em vigor desde 2 de novembro.

 

Mercado de Natal da Baseleia (Suíça)

É difícil encontrar um destino que faça o Natal melhor do que a Suíça.

A maioria das cidades suíças é praticamente tomada por mercados festivos nesta época do ano e a atmosfera é incrível. O Mercado de Natal da Basileia é o maior e, sem dúvida, o melhor deles.

Separado em duas seções diferentes na Barfusserplatz e Munsterplatz, ele é composto de quase 200 barracas fabulosamente decoradas que vendem especiarias, decorações e velas de Natal.

As famílias adoraram a floresta de contos de fadas de Natal em Munsterplatz, graças a atividades como montar biscoitos de gengibre e decorar com velas, participar de uma oficina de estrelas e pegar um trem festivo.

Vai acontecer este ano? Sim. No momento em que escrevo, o Mercado de Natal da Basileia ainda estava previsto para ocorrer de 26 de novembro a 23 de dezembro de 2020.

 

Mercado de Natal de Estrasburgo (França)

Um mais antigos da Europa, o mercado de Natal de Estrasburgo começou em 1570, mas evoluiu consideravelmente desde então.

Distribuído por mais de dez locais, incluindo uma seção do patrimônio mundial da UNESCO de Grande Île, o mercado extremamente popular ilumina a cidade com milhares de luzes e enfeites de Natal cintilantes.

A cada ano, cerca de dois milhões de pessoas frequentam o local, que possui cerca de 300 barracas de chalés de madeira que vendem de tudo, desde decorações e presentes até o vinho local da Alsácia.

Place Klebe é provavelmente o local mais popular da feira graças à Grande Árvore de Natal, bem como do rinque de patinação no gelo sob ela.

Mas os visitantes encontrarão muitos pontos turísticos mágicos enquanto caminham pelos becos estreitos e praças bonitas da cidade.

Vai acontecer este ano? Não. Embora as autoridades estivessem ansiosas para que o evento acontecesse este ano, no mês passado a prefeita Jeanne Barseghian confirmou que o famoso mercado foi cancelado devido ao aumento no número de casos Covid-19 na França. O país está agora em lockdown pela segunda vez.

Maravilhas de Inverno de Bruxelas (Bélgica)

Bruxelas realmente ganha vida na época do Natal graças ao Maravilhas de Natal (Winter Wonders), que se assemelha mais a um festival do que a um mercado.

A festa anual, que se estende por Bourse, Place de la Monnaie, Grand Place, Place Sainte Catherine e Marche aux Poissons, é um dos maiores e mais populares eventos da Bélgica.

Um show de luzes e som, patinação no gelo e atrações nas feiras estão entre as atividades para desfrutar. Os visitantes podem se deliciar com cerca de 200 chalés que servem glühwein (vinho quente), cervejas belgas e waffles e admirar a enorme árvore de Natal erguida na Grand Place.

Vai acontecer este ano? Não. O mercado de Bruxelas foi cancelado pelos organizadores “devido à atual situação de saúde”.

 

Mercados de Natal da Praça da Cidade Velha e da Praça Wenceslas, Praga (Rep. Tcheca)

Dizer que Praga arrasa no Natal é um eufemismo.

A capital da República Tcheca é a própria definição de uma das maravilhas do inverno durante o período festivo.

Embora não faltem mercados em toda a cidade, os principais são encontrados na Praça da Cidade Velha e na Praça Wenceslas.

Felizmente, esses locais ficam a apenas alguns minutos de caminhada um do outro, então os frequentadores podem facilmente visitar ambos em um dia.

A Praça da Cidade Velha oferece entretenimento sem fim na forma de shows ao vivo, apresentações de dança e oficinas criativas, enquanto a Praça Wenceslas é ótima para presentes artesanais e guloseimas locais como klobasa (linguiça tcheca) e vinho quente.

Vai acontecer este ano? Não. Ambos os mercados foram cancelados como resultado da Covid-19.

“Os mercados de Páscoa e agora de Natal foram cancelados”, disse Libor Votruba, presidente da Taiko, que organiza os dois mercados. “Sentimos muito e isso também afeta a nossa empresa. No entanto, respeitamos a decisão e oferecemos a instalação da árvore à cidade de Praga para despesas gerais”.

 

Feira de Santa Llúcia, Barcelona (Espanha)

Datada de 1786, a Feira (Fira) de Santa Llucia passou de um evento de um dia para comemorar o dia da festa de Santa Llucia, que cai em 13 de dezembro, para uma feira de três semanas.

Realizado próximo à Catedral de Barcelona, o movimentado mercado é dividido em quatro seções diferentes.

O primeiro é o presépio e as estatuetas, onde os visitantes podem pegar decorações e presépios. A vegetação e as plantas estão repletas de árvores naturais e artificiais e vários tipos de plantas.

A seção de artesanato apresenta produtos artesanais e joias, enquanto os “simbombes” são voltados para instrumentos musicais.

Há também muitas atividades festivas como contação de histórias, um desfile de Natal e uma atração chamada “caga tio”, uma enorme tora de Natal em estilo pinata que derrama doces e presentes quando batida com um pau.

Vai acontecer este ano? Sim. A Feira de Santa Llucia acontecerá de 29 de novembro a 23 de dezembro de 2020.

 

Mercados de Natal, Piazza Santa Croce, Florença (Itália)

Há muito para ver neste mercado encantador, mas nada pode superar o belo cenário fornecido pela Basílica Franciscana de Santa Croce.

Embora esta tradicional feira seja transportada de Heidelberg, na Alemanha, para Florença todos os anos, é um evento muito italiano em muitos aspectos, graças à paisagem e às muitas guloseimas italianas à venda, como o panforte.

No entanto, certamente não faltam biscoitos de gengibre, strudel e os tradicionais biscoitos Heidelberg Lebkuchen.

Aqueles que caminharem até a Piazza del Duomo, nas proximidades, verão um magnífico presépio, bem como uma impressionante árvore de Natal que será acesa no dia 8 de dezembro para a Festa da Imaculada Conceição.

Vai acontecer este ano? Sim. Os organizadores disseram à CNN Travel que estão “trabalhando para poder abrir” de 27 de novembro a 23 de dezembro de 2020.

Advento em Zagreb (Croácia)

É fácil ver por que Zagreb foi eleita o “melhor destino do mercado de Natal” na enquete online do portal de viagens European Best Destinations durante três anos consecutivos.

A capital croata realmente vive o advento. Pense em presépios ao vivo, esculturas de gelo, shows ao ar livre, bares pop-up e um bonde de Natal completo com Papai Noel e seus duendes.

O Advento em Zagreb também tem uma área dedicada à “brincadeira” (ou "fuliranje"), onde você encontrará encantados foliões dançando na rua enquanto comem comida de barracas e ouve entretenimento ao vivo.

Vai acontecer este ano? Infelizmente, isso ainda não está claro.

Embora o Advento em Zagreb 2020 não tenha sido cancelado ainda, e está programado para ser aberto de 30 de novembro a 7 de janeiro, autoridades locais indicaram o contrário.

“As condições e possibilidades de realização de certos eventos mudaram significativamente este ano, mesmo para aqueles ao ar livre no outono e inverno”, contou Martina Bienenfeld, diretora do Conselho de Turismo de Zagreb em um comunicado no mês passado.

“Estamos trabalhando em medidas e organização e, se o mercado acontecer, vamos respeitar e insistir em todas as diretrizes que forem recomendadas”.

 

Natal em Tivoli, Copenhage (Dinamarca)

Cotado como a verdadeira a inspiração para a Disneylândia, este parque de diversões e jardim de lazer dinamarquês é um lugar deslumbrante para se visitar em qualquer época do ano.

Nada, porém, é mais encantador que os Jardins do Tivoli durante o período festivo.

Com mais de 500 mil luzes adornando os belos jardins, e tudo, desde passeios em feiras a uma tradicional Pixie Band para entretenimento, é uma experiência de inverno como nenhuma outra.

A procissão anual de Lúcia em 13 de dezembro, onde mais de 100 meninas desfilam pelos jardins carregando velas e cantando para marcar o dia de Santa Lúcia, é um destaque especial, juntamente com os fogos de artifício que acontecem entre 25 e 26 de dezembro, bem como Véspera de Ano Novo.

Vai acontecer este ano? Sim. O Natal em Tivoli ainda está programado para acontecer de 13 de novembro a 3 de janeiro de 2020. O parque de diversões agora tem vários novas medidas de segurança em vigor devido à orientação do governo.

As máscaras agora são obrigatórias em alguns passeios e em todos os restaurantes e cafés, enquanto os hóspedes não podem “cantar ou dançar ao som da música” durante os eventos ao vivo.

Mercado de Natal de Tallinn (Estônia)

O evento anual da capital da Estônia é um dos mais modernos mercados de Natal da Europa.

Situado na Praça da Câmara Municipal de Tallinn, está repleto de barracas com cozinha tradicional da Estônia, pão artesanal e artesanato à venda.

Na área de entretenimento, há um enorme carrossel, uma gruta de inverno, uma pista de patinação no gelo ao ar livre e um Papai Noel que sobe em um trenó cheio de renas.

Os visitantes também recebem apresentações regulares de grupos de dança e coros.

Mas, como em muitos desses mercados, a árvore de Natal é o evento principal. A árvore de Tallinn é exibida aqui desde 1441.

Vai acontecer este ano? Não. O Mercado de Natal de Tallinn 2020 foi oficialmente cancelado.

Mercado de Natal de Skansen, Estocolmo (Suécia)

Estocolmo não é exatamente carente de mercados de Natal, mas nenhum é mais tradicional do que Skansen.

Situado na ilha de Djurgarden, no museu ao ar livre mais antigo do mundo, é uma exibição maravilhosa da cultura sueca com um pouco de magia natalina adicional.

As casas históricas expostas no museu são enfeitadas com decorações coloridas para a ocasião e todas as mesas no interior estão preparadas para a ceia de Natal.

Os visitantes podem fazer suas próprias decorações em oficinas de Natal, participar de aulas regulares de artesanato ou se juntar aos jogos de dança ao redor da árvore na Praça Bollnäs, o local principal de Skansen.

Vai acontecer este ano? Não.

O Mercado de Natal de Skansen foi cancelado este ano devido à Covid-19. Uma caminhada de natal guiada será realizada em vez disso.

 

Tuomaan Markkinat, Helsinque (Finlândia)

O maravilhoso mercado de Natal finlandês é realizado na Praça do Senado de Helsinque, perto da estátua do imperador Alexandre II.

A peça central de Tuomaan Markkinat é um carrossel vintage, mas os quase 150 vendedores que vendem iguarias tradicionais de Natal, glogi (a versão não alcoólica da Finlândia de vinho quente) e artesanato também são uma grande atração.

Os participantes mais novos podem visitar o Papai Noel, que tem sua própria cabana de madeira aqui, e participar de atividades festivas como a decoração de biscoitos de Natal.

A praça de alimentação do mercado é particularmente impressionante, com grandes nomes, como o premiado restaurante vegetariano Grön entre eles.

Vai acontecer este ano? Sim. O Tuomaann Markkinat está programado para ser executado de 5 a 22 de dezembro deste ano.

 

Praça Vörösmarty e Mercado de Natal da Basílica de Santo Estêvão, Budapeste (Hungria)

Budapeste tem dois mercados festivos principais: o mercado de Natal da Basílica de Santo Estêvão e o mercado de Natal da Praça Vorosmarty.

O primeiro acontece em frente à famosa basílica, onde multidões se reúnem para assistir aos shows de luzes 3D projetadas em sua fachada. Além disso, existem mais de 150 barracas com guloseimas, vinho e artes e artesanato.

Enquanto isso, o mercado da Praça Vorosmarty está posicionado no coração da cidade e atrai mais de 800 mil visitantes anualmente.

Além das fantásticas comidas húngaras que se alinham em suas barracas (langos e bolos são destaques em particular), seu ponto alto é provavelmente um calendário do advento gigante que revela uma nova vitrine diariamente de 1 a 23 de dezembro.

Vai acontecer este ano? Não. Em outubro, os organizadores anunciaram que o evento havia sido convocado devido à Covid-19. O Festival de Budapeste e Centro de Turismo (BFTK), desde então lançou uma campanha para apoiar os cerca de 120 artesãos húngaros que deveriam vender seus produtos na feira anual.

Christkindlesmarkt e Gendarmenmarkt (Alemanha)

Há muito tempo os mercados de rua ao ar livre são associados à Alemanha, e o país europeu abriga alguns dos mercados festivos mais antigos e visitados.

A capital Berlim tem cerca de 80 opções de escolha, e o Gendarmenmark é talvez o mais famoso.

Posicionado entre o Franzosischer Dom e o Deutscher Dom, é um labirinto de cabanas de madeira com bratwurst, vinho quente e biscoito de gengibre à venda, junto com presentes de Natal exclusivos.

À noite, os visitantes podem desfrutar de shows noturnos com dança e apresentações musicais.

Em Nuremberg, a segunda maior cidade da Baviera, o famoso Christkindlesmarkt existe desde o século 16.

Durante o período de Natal, cerca de 180 estandes são erguidos na praça do mercado central da cidade e toda a área está repleta de atividade.

O mercado atrai cerca de dois milhões de pessoas todos os anos e é, sem dúvida, um dos destaques anuais de Nuremberg.

Vai acontecer este ano? Não. Infelizmente, ambos os eventos foram cancelados este ano. Helmut Russ, organizador do Gendarmenmarkt de Berlim, descreveu o mercado histórico como “uma instituição cultural” e expressou sua decepção por seu cancelamento em 2020.

“É extremamente doloroso ter que fazer isso, porque o mercado de Natal também é uma instituição cultural”, afirmou. “Durante os tempos difíceis, traz um pouco de calor e luz para a cidade e para o coração das pessoas”. Enquanto isso, o prefeito de Nuremberg, Marcus König divulgou um comunicado anunciando o cancelamento do Christkindlesmarkt no mês passado.

“É uma decisão muito difícil para nós”, disse. “Depois de muita deliberação, e com o objetivo de proteger a população, chegamos à conclusão de que a feira de Natal não vai acontecer este ano”.

 

Mercado de Natal de Toronto, Toronto (Canadá)

Realizado no histórico Distillery District, o Toronto Christmas Market serve como uma versão bastante charmosa do tradicional mercado festivo europeu.

Um dos maiores mercados festivos da América do Norte, ele abriga a Gruta do Papai Noel, um túnel de luz gigante, brinquedos para feiras, uma árvore de Natal de 15 metros e jardins de cerveja.

Os visitantes poderão encontrar de tudo, desde comida artesanal, presentes únicos e coquetéis festivos nas inúmeras barracas daqui.

Também há apresentações musicais regulares de bandas de música, bem como cantores de Natal.

Vai acontecer este ano? Não. O Toronto Christmas Market 2020 foi cancelado pelas autoridades, que afirmam que as multidões que atrai “são muito grandes para um distanciamento físico seguro”. No entanto, o Distillery District estará aberto para compras de Natal.

Vila de Inverno no Bryant Park, Nova York (Estados Unidos)

O renomado mercado ao ar livre é um espetáculo maravilhoso, com mais de 100 quiosques personalizados e uma pista ao ar livre de 1.500 metros quadrados de uso gratuito, desde que você tenha seus próprios patins.

O restaurante The Lodge oferece uma mistura eclética de cardápios, além de uma cervejaria ao ar livre e um bar de coquetéis.

Fora da Vila de Inverno, a Fonte Josephine Shaw Lowell é mais bonita durante o inverno, quando costuma congelar.

Vai acontecer este ano? Sim. A Vila de Inverno está programada para funcionar de 30 de outubro de 2020 a 7 de março de 2021, mas o evento foi reduzido consideravelmente, com menos fornecedores e calçadas mais largas.

A elaborada cerimônia de iluminação da árvore também foi cancelada e os visitantes precisarão reservar sessões de patinação no gelo e aluguel com antecedência.

***Informações válidas no momento da publicação.

*** Joe Minihane também contribuiu para este artigo.

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês)