Novas opções de viagens em alta velocidade tornam a Espanha o “país dos trens” da Europa

Iryo lançou na sexta-feira operações entre Madrid, Barcelona e Zaragoza, e continuará em 16 de dezembro com Madrid, Cuenca e Valência

Novas opções de viagens de trens de alta velocidade na Espanha
Novas opções de viagens de trens de alta velocidade na Espanha Iryo/Divulgação

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

 

O que poderia ser melhor do que uma ampla rede ferroviária de alta velocidade? Três ou quatro concorrentes, que parecem não apenas melhorar as opções dos viajantes, mas também reduzir os preços.

Sexta-feira (25) ocorreu o lançamento da Iryo – a mais recente empresa a entrar no mercado de trens rápidos da Espanha, que já está bastante lotado. A transportadora estatal Renfe juntou-se à novata francesa Ouigo em 2021 e prontamente lançou em resposta seu próprio braço de baixo custo, a Avlo.

Com a chegada do Iryo, são três concorrentes oficiais, mas quatro marcas concorrentes – tornando a Espanha o primeiro país da Europa a ter tantas opções de alta velocidade.

A Iryo é propriedade de alguns dos principais players: a operadora ferroviária estatal italiana Trenitalia, a empresa espanhola de infraestrutura Globalvia e a Air Nostrum, uma companhia aérea espanhola.

A Trenitalia trouxe os trens para a Espanha: nada menos que 20 trens Frecciarossa ou “seta vermelha” – o carro-chefe da Itália, que pode operar a velocidades de até 358 km por hora. O projeto ferroviário de alta velocidade da Itália é um sucesso tão grande que desempenhou um papel importante na extinção da companhia aérea nacional. .

Iryo lançou na sexta-feira operações entre Madrid, Barcelona e Zaragoza, e continuará em 16 de dezembro com Madrid, Cuenca e Valência. Mais rotas são esperadas em 2023: conexões para Sevilha, Málaga, Córdoba e Antequera em 31 de março, e Alicante e Albacete em 2 de junho.

Assentos da classe Singular Only You / Iryo/Divulgação

A empresa assinou acordos para oferecer passagens combinadas a experiências de viagem com a Cercanías (sistemas de trens metropolitanos regionais) e a Air Europa. Ela irá operar 30% dos serviços de alta velocidade da Espanha e pretende transportar oito milhões de passageiros por ano.

Faturando-se como centrado em “personalização e flexibilidade”, os trens têm quatro classes de viagem – são o Inicial, Singular, Singular Only You e Infinita. Três deles são adaptados para viajantes de negócios, disse a empresa em um comunicado, mas todos os assentos a bordo terão tomadas USB, apoios de braço individuais e Wi-Fi 5G gratuito.

O menu a bordo, de responsabilidade do Haezea (que significa “vento” na língua basca), será repleto de ingredientes sazonais e “opções saudáveis”, preparados na hora, diz a empresa.

Uma viagem inaugural na segunda-feira (21) contou com a presença de políticos espanhóis. O trem foi saudado como um “passo decisivo no avanço para uma nova mobilidade na Espanha” por Ximo Puig, presidente da Generalitat Valenciana.

Bufê oferecido no trem / Iryo/Divulgação

Luigi Corradi, da Trenitalia, chamou o lançamento de uma resposta às “metas de sustentabilidade ambiental e social estabelecidas pela União Europeia para melhorar as viagens em todos os países”.

Enquanto Nick Brooks, secretário-geral da ALLRAIL (a Alliance of Passenger Rail New Entrants in Europe, que representa empresas independentes de transporte ferroviário de passageiros), disse antes do lançamento.

“É ótimo ver como os serviços de acesso aberto orientados comercialmente – como o Iryo  – estão tornando o transporte ferroviário de longa distância mais atraente e atraindo os viajantes para longe de modos de transporte menos sustentáveis, como companhias aéreas e carros”, disse Brooks.

O grupo pediu “competição entre diferentes operadoras em todas as rotas ferroviárias de alta velocidade na Europa” em um comunicado, chamando empresas como a iryo de “o futuro do trem de passageiros”.

Quanto aos preços, olhando a disponibilidade em dezembro, os bilhetes para a viagem de 614 km, 2 horas e 45 minutos de Barcelona a Madrid começam em apenas € 18 (R$ 101), embora a maioria das viagens esteja em torno de € 50 (R$ 281). A viagem de carro entre duas cidades levaria mais de seis horas.