SP-Arte inaugura novo setor com obras de 13 galerias e artistas no Ibirapuera

Showcase é espécie de mostra que se espalha pelos estandes do Pavilhão da Bienal e propõe uma discussão das ligações entre a luta antirracista e questões ambientais

Pavilhão da Bienal recebe a SP-Arte
Pavilhão da Bienal recebe a SP-Arte Divulgação

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia São Paulo, SP

A SP-Arte, mais importante feira de arte e design da América Latina, abre sua 19ª edição com a inauguração de um novo setor.

Batizado de Showcase, é uma espécie de exposição que se espalha por 13 estandes das galerias participantes do evento.

Assim, os visitantes podem se deparar com obras de artistas consolidados ou em ascensão reunidas pela curadora Carollina Lauriano sob a ótica de uma mesma temática contemporânea.

Sob o tema “Recuperar paraísos: não precisar do fim para chegar“, a linha curatorial busca discutir as ligações entre a luta antirracista e questões ambientais.

“O objetivo principal da mostra é ressaltar determinadas narrativas não somente como discussão identitária, mas como a criação de novas perspectivas de existência no mundo”, afirma Lauriano.

Entre os artistas e galerias selecionados estão Claudia Andujar (Vermelho), Úyra (C.Galeria), Aline Bispo (Luis Maluf), Aislan Pankararu (Galatea), Emanoel Araújo (Simões de Assis), Frederico Filippi (Athena), Jaime Lauriano (Nara Roesler), Laryssa Machada (Asfalto), Maré de Matos (Galeria Lume), Panmela Castro (Luisa Strina), Rebeca Carapiá (Leme), Rosana Paulino (Mendes Wood DM) e Rubem Valentim (Almeida & Dale).

“Embora estejamos presenciando mudanças significativas nos últimos dez anos nas discussões identitárias no campo das artes, é preciso evidenciar que já havia uma história em curso, até para entendermos os caminhos trilhados até aqui”, explica a curadora.

Com 160 expositores, a 19ª edição da SP-Arte ocorre no Pavilhão da Bienal, no Parque do Ibirapuera, em São Paulo, entre os dias 29 de março e 2 de abril.

SP-Arte 2023
Avenida Pedro Álvares Cabral, s/n – Ibirapuera, São Paulo – SP
De 29 de março a 2 de abril
Ingressos entre R$ 35 e R$ 70 pelo site