Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Chinesa BYD e 99 fecham acordo para mais 300 carros elétricos em São Paulo

    Veículos serão destinados a motoristas parceiros em São Paulo para locação entre julho e outubro deste ano

    De acordo com o diretor de Inovação da 99, Thiago Hipólito, haverá um bônus mensal de R$ 2 mil por carro alugado
    De acordo com o diretor de Inovação da 99, Thiago Hipólito, haverá um bônus mensal de R$ 2 mil por carro alugado Reuters/Nick Carey

    da Reuters

    A chinesa BYD anunciou nesta quarta-feira (5) uma parceria com a empresa de transporte por aplicativo 99 para disponibilizar 300 automóveis elétricos a motoristas parceiros em São Paulo para locação entre julho e outubro deste ano.

    O modelo BYD D1, que será usado na parceria, foi pensado em conjunto com a chinesa DiDi, proprietária da 99.

    Parte do valor do aluguel será subsidiada pela plataforma. De acordo com o diretor de Inovação da 99, Thiago Hipólito, haverá um bônus mensal de R$ 2 mil por carro alugado, que começa em julho e não tem prazo para terminar.

    “Qual a nossa visão de longo prazo? O motorista que dirige carro elétrico terá uma redução de custo operacional de 80% quando comparado a um carro à combustão”, disse à Reuters.

    De acordo com Hipólito, há planos de expandir a ação para outras cidades e estados.

    Também fazem parte do projeto a Dahruj Rent a Car, locadora responsável pela aquisição dos veículos; o banco Santander, que financiou a operação; e a Ituran, do setor de monitoramento e recuperação veicular, que fará a estruturação da gestão da frota.

    A iniciativa é parte das ações da Aliança pela Mobilidade Sustentável, criada pela 99 em abril do ano passado. Segundo Hipólito, a parceria com mais de 12 empresas evitou desde então a emissão de cerca de 130 toneladas de CO2 na atmosfera em função dos carros elétricos na plataforma.

    Alexandre Baldy, conselheiro da BYD, disse que a empresa está comprometida a contribuir de forma efetiva para a eletrificação da frota e a redução da emissão de poluentes, mas não informou os valores envolvidos no acordo.

    A parceria representa mais uma aposta da BYD no Brasil. Na véspera, a companhia anunciou que investirá R$ 3 bilhões em um complexo industrial em Camaçari, na Bahia, previsto para começar a operar no segundo semestre de 2024.