Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Huawei e JAC se juntam para tentar competir com Rolls-Royce e Maybach

    Parceria de empresas chinesas planeja entrar no segmento dos carros ultraluxuosos e promete "mais conforto e refino" que marcas rivais

    Nova marca fruto da parceria entre Huawei e JAC promete carros melhores e mais baratos que os da Rolls-Royce
    Nova marca fruto da parceria entre Huawei e JAC promete carros melhores e mais baratos que os da Rolls-Royce Divulgação/Rolls-Royce

    João Vitor Ferreiracolaboração para a CNN

    A empresa chinesa de tecnologia Huawei planeja entrar no ramo dos carros ultraluxuosos. Para isso, quem irá colaborar com a fabricante conhecida por desenvolver smartphones e tecnologia 5G será a Jac Motors.

    Quando se fala em empresas de celulares no setor automotivo, a principal referência que vem à mente é a Xiaomi, que recentemente lançou o sedã SU7 e obteve sucesso na China, esgotando os pedidos em poucas horas.

    Mas, antes dela, a Huawei já tinha alguma experiência no mercado. A empresa havia fechado uma parceria com a Chery para lançar o Luxeed S7 e, neste ano, apresentou outro sedã, o Stelato S9, fruto de uma outra colaboração, desta vez com a montadora — também chinesa — BAIC Auto.

    Stelato S9
    Huawei já tem certa experiência no mundo automotivo, e último lançamento foi o Stelado S9 desenvolvido em parceria com a BAIC / Divulgação/Stelato

    O novo projeto com a JAC Motors é ambicioso. O CEO da Huawei, Yu Chengdong, não mediu palavras para dizer que o futuro carro elétrico será tão bom quanto o das principais marcas da indústria.

    “Este pode ser um carro de nível milionário, muito sofisticado. Nossa referência excede em muito o nível de Maybach e Rolls-Royce Phantom”, disse o executivo, durante entrevista à imprensa chinesa.

    Mas, além de deixar claro com quem a sua nova marca irá rivalizar, a empresa anunciou que o modelo terá um nível de refinamento e conforto ainda maior e será mais barato que os modelos das rivais citadas. Por isso, a expectativa é que o novo carro da parceria Huawei-JAC custe um preço na casa de 1 milhão de iuanes ou cerca de US$ 400 mil.

    Antes de estrear o modelo ultraluxuoso, o primeiro passo da nova marca será um pouco mais modesto. A ideia é que o carro de estreia também seja elétrico e rivalize com o Mercedes EQS e o BMW i7, que, nos Estados Unidos, custam cerca de US$ 106 mil, e passam de R$ 1 milhão no Brasil.

    A previsão é que esse primeiro modelo seja lançado no último trimestre deste ano. Até lá, é provável que as empresas divulguem o nome da nova marca, assim como mais detalhes do projeto.