Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Clarissa Oliveira

    Clarissa Oliveira

    Viveu seis anos em Brasília. Foi repórter, editora, colunista e diretora em grandes redações, como Folha, Estadão, iG, Band e Veja

    À CNN, Randolfe rebate críticas de Lira: “Minha missão é defender o governo”

    Segundo relatos, presidente da Câmara criticou líder do governo durante reunião em que foi discutida análise de vetos presidenciais

    À CNN, Randolfe rebate críticas de Lira: “Minha missão é defender o governo”
    À CNN, Randolfe rebate críticas de Lira: “Minha missão é defender o governo”

    O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), reagiu a críticas atribuídas ao presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), por conta das negociações sobre a apreciação de vetos presidenciais.

    Em uma das reuniões de ontem, segundo informou o blog, Lira questionou líderes partidários se haviam sido procurados por Randolfe. E cobrou mais diálogo do governo em votações importantes.

    Ao blog, Randolfe reagiu: “A missão que foi dada a mim pelo presidente Lula é defender o governo. E a diretriz do governo ontem era adiar a sessão sobre a realização de vetos. O diálogo que faço com os líderes é constante. Mas o governo entendeu que a sessão de ontem não estava madura para votação”.

    As críticas de Lira a Randolfe, como informou o blog, ocorreram em uma reunião de líderes realizada ontem. No encontro, de acordo com relatos, o presidente da Câmara teria questionado os presentes se haviam sido procurados pelo líder do governo.

    Em seguida, Lira teria interpelado o líder do PT na Casa, José Guimarães, e disparado: “Tá vendo, Guimarães? Como é que vocês querem votar algo se o líder do governo no Congresso nem sequer conversa com os líderes partidários?”.

    A troca de farpas ocorre em meio aos esforços do governo para arrefecer a relação do Executivo com Lira, após uma sucessão de atritos entre o presidente da Câmara e o ministro de Relações Institucionais, Alexandre Padilha.

    Apesar do episódio, líderes governistas avaliam nas conversas reservadas que houve avanços importantes na articulação política e comemoraram o desfecho das negociações de ontem.

    A CNN procurou Arthur Lira e aguarda retorno.