Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Raquel Landim

    Raquel Landim

    Com passagens pelos principais jornais do país como repórter especial e colunista, recebeu o prêmio “Jornalista Econômico” de 2022 pela Ordem dos Economistas do Brasil

    Tarcísio vai para o PL a fim de melhorar relação do partido com o Judiciário, dizem fontes

    Na visão do governador de São Paulo, o Brasil caminha para ter poucas forças políticas e o PL pode ser o grande partido da direita desde que faça o "dever de casa”

    Tarcísio vai para o PL a fim de melhorar relação do partido com o Judiciário, dizem fontes
    Tarcísio vai para o PL a fim de melhorar relação do partido com o Judiciário, dizem fontes

    O governador de São Paulo, Tarcisio de Freitas, já decidiu trocar o Republicanos pelo PL para atender o pedido de Jair Bolsonaro, dizem fontes próximas a ele. Trata-se de uma decisão “afetiva”, mas também com um objetivo claro: melhorar a relação do partido com o Judiciário.

    Segundo fontes ouvidas pela reportagem, Tarcisio tem boa interlocução com os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), especialmente Gilmar Mendes e Alexandre de Moraes, e vem tentando “virar a página” da polarização extrema no país.

    Além dos processos enfrentados por Bolsonaro na Justiça, como a acusação de golpe de Estado, o próprio PL chegou a ser multado na época das eleições. O presidente do partido, Valdemar da Costa Neto, também é investigado e acabou preso por porte ilegal de arma.

    Interlocutores de Tarcisio também afirmam que ele acredita que é preciso institucionalizar o PL, que já ganhou tamanho e expressão graças a Bolsonaro, mas ainda não é um partido orgânico, a exemplo do rival, o PT, que tem base e militância.

    Na visão do governador de São Paulo, o Brasil caminha para ter poucas forças políticas e o PL pode ser o grande partido da direita desde que faça o “dever de casa”. As desconfianças iniciais de Tarcisio em relação ao PL e Valdemar já estariam superadas.

    Segundo apurou a CNN, o timing da mudança ainda não foi definido. Tarcisio não tem divergências significativas com o Republicanas, apesar do estranhamento com a proximidade com o governo Lula depois de assumir um ministério. Por hora, ele fica na legenda, mas a troca pode se concretizar em breve.