Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Tena

    Conteúdo patrocinado

    Conteúdo Patrocinado é o espaço para as marcas se comunicarem com o público.

    Tena

    Entenda a relação entre a incontinência urinária e o câncer de próstata

    Novembro Azul: no mês da conscientização a respeito de doenças masculinas, TENA destaca a importância de manter os exames preventivos em dia.

     

    No Brasil, a incontinência urinária (IU) é uma realidade para mais de 10 milhões de pessoas. Uma condição comum, mas, nem por isso, normal.

    “A partir do momento em que a criança passa a ter controle da bexiga, toda perda involuntária de urina passa a ser considerada anormal, e deve ser investigada”, diz José Carlos Truzzi, doutor em urologia pela Escola Paulista de Medicina, da UNIFESP, e chefe do departamento de disfunções miccionais da Confederação Americana de Urologia.

    As mulheres são as mais atingidas, já que partos, gestações e até a menopausa estão entre as principais causas. Tanto em homens quanto em mulheres, fatores como obesidade, tabagismo, Alzheimer e Parkinson podem desencadear a condição. Mas o maior vilão para os homens está relacionado ao câncer de próstata.

    / Foto: Getty Images

    Câncer de próstata causa incontinência?

    Contrariando uma crença popular, não é o câncer de próstata em si que causa a incontinência urinária, mas sim a prostatectomia, a cirurgia de remoção da próstata. Esse procedimento não é necessário para todos os pacientes, e para a maior parte dos homens que passam por ele, quando ocorre, a incontinência é temporária e reversível.

    Estima-se que 40% a 60% dos pacientes experimentem algum grau de incontinência imediatamente após a cirurgia, mas a maioria recupera o controle dentro do primeiro ano. “Apenas uma pequena porcentagem permanece incontinente após um ano da cirurgia, e cerca de 5% dos pacientes a longo prazo”, diz Truzzi.

    Isso acontece porque o músculo esfíncter uretral não consegue mais regular a abertura e o fechamento da área de eliminação da urina. No entanto, a musculatura pélvica pode assumir esse controle, muitas vezes de forma natural.

    Quando isso não acontece naturalmente, a solução pode estar na fisioterapia pélvica, uma técnica muito indicada para mulheres, mas que pode beneficiar também os homens

    Iniciar o tratamento nos primeiros três meses é crucial para alcançar os melhores resultados. É preciso buscar um profissional especializado, que vai orientar a reabilitação do assoalho pélvico, ou seja, realizar exercícios que fortalecem os músculos da região e que contribuem para evitar os escapes de xixi.

     

    / Foto: Getty Images

    Por uma melhor qualidade de vida

    Mesmo que seja uma condição temporária, a perda involuntária de urina pode gerar sentimentos de desconforto, constrangimento e vergonha, afetando a vida social e profissional dos pacientes. E ainda pode impactar negativamente sua vida sexual. Neste último caso, algumas medidas simples, como esvaziar a bexiga antes da relação, podem ajudar.

     

    / Para casos de perda urinária leve a moderada, o absorvente TENA Men tem também controle de odor | Imagem: Divulgação

    Para minimizar o impacto da incontinência urinária no dia a dia, há opções de protetores absorventes e roupas íntimas descartáveis específicas para essa condição. “Nessa fase, o uso de absorventes e fraldas com grande capacidade de absorção acaba sendo muito útil. O paciente deixa de passar por situações constrangedoras, e se sente mais seguro para exercer suas atividades, enquanto aguarda uma resposta definitiva de tratamento”, ressalta Truzzi.

    TENA, líder mundial em produtos e serviços relacionados à Incontinência Urinária, desenvolveu uma linha específica para o cuidado do homem. A linha TENA Men é composta por protetor absorvente e Pants (espécie de cueca descartável), todos desenhados sob medida para a anatomia masculina.

    Cada item da marca é cuidadosamente projetado para proporcionar conforto, segurança e discrição para diferentes intensidades de perda de urina. Os materiais utilizados são respiráveis e delicados no contato com a pele, reduzindo o risco de irritações.

     

    / Com alto poder de absorção e design anatômico e discreto, a TENA Men Pants substitui a cueca e é indicada para a incontinência moderada. Imagem: Divulgação

    Sua tecnologia avançada de absorção garante segurança e conforto, permitindo que os homens mantenham suas atividades diárias sem preocupações ou constrangimentos.

    Para ajudar na decisão dos potenciais usuários, a TENA oferece amostras grátis de seus produtos, que podem ser pedidas pelo site. Clientes frequentes se beneficiam ainda do Clube TENA, com descontos e vantagens especiais.

     

    Novembro Azul: consciência e prevenção

    De acordo com dados do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de próstata é a forma mais comum da doença entre os homens (atrás apenas do câncer de pele não melanoma), representando cerca de 10% das novas incidências da doença –um total de mais de 72 mil novos casos por ano.

    Uma estatística alarmante revela que, em 95% dos casos diagnosticados, o câncer de próstata já se encontra em estágio avançado, o que reforça a importância da conscientização para a prevenção.

    O movimento Novembro Azul, do qual TENA é apoiadora, traz um alerta fundamental para a saúde masculina, destacando a necessidade crucial de monitorar e diagnosticar o câncer de próstata em seus estágios iniciais.

    Os sintomas do câncer de próstata podem se assemelhar aos do crescimento benigno da próstata, conhecido como Hiperplasia Prostática Benigna (HPB). Esses sintomas incluem dificuldade para urinar, dor na região pélvica, problemas de ereção e a presença de sangue na urina ou no esperma.

    É essencial que homens com mais de 50 anos, bem como aqueles com idade acima de 45 anos que tenham histórico familiar de câncer e indivíduos de ascendência negra, realizem exames de rastreio anualmente. Além disso, é vital estar ciente dos sintomas e procurar assistência médica imediatamente caso algum deles seja identificado.

    O Novembro Azul não joga luz apenas na questão do câncer de próstata, mas também destaca a necessidade de uma abordagem proativa para a saúde dos homens, salvando vidas por meio da educação e do diagnóstico precoce.

     

    / Foto: Getty Images

    TENA MEN

    Desenvolvidos com a tecnologia mais avançada do mercado, e por quem é líder na área há mais de 50 anos, os produtos da linha TENA Men trazem:

    1. Design pensado no conforto do corpo e na discrição;
    2. Qualidade com maior absorção e proteção contra vazamento;
    3. Variedade, com modelos para todos os níveis de incontinência e condições especiais;
    4. Controle de odor.

    Por isso TENA é a marca que mais satisfaz as necessidades de indivíduos, prestadores de cuidados, clínicas e serviços de saúde em todo o mundo.

    Para ficar por dentro de tudo o que a TENA pode fazer por sua saúde e bem-estar, acesse o link.