FGV: Novo coronavírus já afeta renda de 53,5% das famílias

Pessoas de baixa renda são as mais atingidas

Da CNN, em São Paulo
22 de maio de 2020 às 16:01
 

Mais de metade das famílias brasileiras já sente os efeitos da pandemia do novo coronavírus no dia a dia. Levantamento feito pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre-FGV), aponta que 53,5% de 1.300 consumidores consultados afirmam que sua família sofreu algum tipo de impacto em seus trabalhos. Quase metade deste número ficou impedida de trabalhar em virtude do isolamento social. 

A pesquisa mostra que os efeitos atingiram mais as famílias de menor renda, que ganham até R$ 2.100, com 20,6% delas sendo afetadas. Outros 24,9% tiveram redução salarial proporcional à jornada de trabalho, 14,7% informaram que pelo menos um membro da família teve o contrato de trabalho suspenso, e 12,7% citaram que uma pessoa do núcleo familiar foi demitida. 

Leia também:
Câmara aprova novas regras para recuperações judiciais e falências
FGV: Consumidores esperam inflação de 4,8% daqui a 12 meses

O resultado justifica a queda no consumo, que a pesquisa vem mostrando desde abril. Nesse quesito, as famílias mais pobres também sofrem mais: 89% delas consomem somente o essencial.