Líder do MDB quer ampliar reforma tributária

Segundo ele, além da unificação do PIS e da Cofins, o Congresso deverá discutir a inclusão do IPI, do ICMS e do ISS na proposta

Fernando Molica
Por Fernando Molica, CNN  
20 de julho de 2020 às 22:18
O deputado federal Baleia Rossi (MDB-SP)
Foto: Michel Jesus - 8.abr.2019/Câmara dos Deputados

Autor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que trata da reforma tributária e que está sendo discutida na Câmara, o líder do MDB, Baleia Rossi (SP), diz ser possível ampliar a mudança nos impostos que será encaminhada pelo governo.

Segundo ele, além da unificação do PIS e da Cofins - que deverá constar do projeto da equipe econômica -, o Congresso deverá discutir a inclusão do IPI, do ICMS e do ISS na proposta. 

Em sua PEC, ele propõe que os cinco tributos sejam unificados no Imposto Sobre Bens e Serviços - a arrecadação seria dividida entre União, estados e municípios.

Rossi frisou que Vanessa Canado, que é assessora especial do Ministério da Economia, participou da elaboração do texto da PEC, trabalho coordenado pelo economista Bernard Appy. Segundo ele, a proposta que será encaminhada nesta terça (21) ao Congresso é um pedaço de seu projeto, o que facilitaria sua ampliação.