Ações do Inter fecham em alta de 7% após aquisição do banco digital USEND

Apesar de a iniciativa ainda precisar de aprovações regulatórias, às 10h55 de sexta, os papéis operavam em alta de 4,81%

Tamires Vitoriodo CNN Brasil Business*

Ouvir notícia

As ações do Banco Inter (BIDI11) fecharam em alta de 7,06% nesta sexta-feira (27), após a notícia da aquisição do banco digital norte-americano USEND. O anúncio marca a entrada da instituição financeira no mercado dos Estados Unidos.

Com mais de 13 milhões de clientes no Brasil, o Inter se estabelece agora como a “primeira empresa brasileira do segmento a fincar os pés de forma firme nos Estados Unidos”, afirmou o CEO João Vitor Menin.

Com a aquisição, que ainda precisa de aprovações regulatórias, o Inter passa a competir com as empresas Chime e SoFi no ramo do digital banking.

A USEND opera também no mercado de cartão de débito, gift cards, recarga de celulares e deve lançar até o fim do ano sua plataforma de investimentos e seguros, além de cartão de crédito.

O Inter espera unir o know-how de banco digital às soluções da recém-adquirida empresa. Além da oferta de produtos financeiros e não financeiros, a intenção é também investir em marketing on-line, alavancando a base de clientes, e acelerando a captura de share dentro do mercado americano, o maior do mundo.

“O Inter terá a vantagem de contar com estrutura e base de clientes sólidas, se posicionando como um full digital banking nos EUA, oferecendo produtos e serviços mais baratos, justos e eficientes”, complementou Menin.

Fundador e presidente do conselho da MRV Engenharia, o empresário Rubens Menin também é controlador do Banco Inter, da Log Commercial Properties e da CNN Brasil. 

*Com informações de Giovanna Galvani, da CNN

 

Mais Recentes da CNN