Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Ações europeias atingem mínima de 2 meses com preocupações sobre inflação

    Índice STOXX 600 caiu 0,4% em um início fraco para outubro, com os setores de tecnologia, mineração e bancos liderando as perdas

    Índice referencial terminou a semana com declínio de 2,2%
    Índice referencial terminou a semana com declínio de 2,2% Getty Images

    Sruthi ShankarShreyashi Sanyalda Reuters

    Por Sruthi Shankar e Shreyashi Sanyal, da Reuters

    Ouvir notícia

    As ações europeias caíram para uma mínima em dois meses nesta sexta-feira (1º) uma vez que alertas de empresas e dados de atividade industrial destacaram os obstáculos que a economia enfrenta com as restrições de ofertas e os preços elevados.

    O índice STOXX 600 caiu 0,4% em um início fraco para outubro, com os setores de tecnologia, mineração e bancos liderando as perdas. O índice referencial terminou a semana com declínio de 2,2%.

    A varejista AO World Plc despencou 24,3%, depois de dizer que a escassez de motoristas para entregas no Reino Unido e outros problemas na cadeia global de oferta afetaram o crescimento da receita na primeira metade do ano.

    Além disso, pesquisa mostrou que o crescimento da indústria da zona do euro permaneceu forte em setembro mas a atividade foi impactada por gargalos na cadeia de oferta que devem persistir e manter as pressões inflacionárias altas.

    Em Londres, o índice Financial Times recuou 0,84%, a 7.027 pontos.

    Em Frankurt, o índice DAX caiu 0,68%, a 15.156 pontos.

    Em Paris, o índice CAC-40 perdeu 0,04%, a 6.517 pontos.

    Em Milão, o índice Ftse/Mib teve desvalorização de 0,27%, a 25.615 pontos.

    Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 0,04%, a 8.799 pontos.

    Em Lisboa, o índice PSI20 valorizou-se 0,30%, a 5.477 pontos.

     

    Mais Recentes da CNN