Airbus ultrapassa meta de 600 entregas de jatos em 2021, dizem fontes

O número final depende de uma auditoria ainda incompleta

As entregas incluíram uma enxurrada de atividades de última hora para os jatos A350 de grande porte
As entregas incluíram uma enxurrada de atividades de última hora para os jatos A350 de grande porte Daniel Eledut/Unslash

Por Tim Hepher, da Reuters

Ouvir notícia

A Airbus superou sua meta de 600 entregas de jatos em 2021, com os totais finais dependendo de uma auditoria ainda incompleta, disseram fontes da indústria nesta segunda-feira (3).

As entregas de aeronaves foram acirradas, com várias entregas concluídas em 31 de dezembro, segundo o site Hamburg Finkenwerder News e dados de rastreamento de voos.

As entregas incluíram uma enxurrada de atividades de última hora para os jatos A350 de grande porte, para os quais a demanda tem diminuído, já que as viagens internacionais continuam sendo afetadas pela crise do coronavírus.

Isso elevou a contagem de dezembro dos jatos de longo curso para cerca de uma dúzia, embora quase metade deles ainda não tenha entrado em serviço operacional, de acordo com dados de rastreamento do Flightradar24.

As entregas da Airbus frequentemente sobem no último mês do ano, mas os problemas da cadeia de suprimentos têm dificultado entregas de alguns jatos de médio curso, enquanto a disseminação da variante Ômicron levantou novas dúvidas sobre a probabilidade de uma recuperação antecipada nas viagens de longa distância.

A Airbus aumentou a previsão de entregas de jatos para 600, de uma meta anterior de pelo menos 566 em julho, após postar resultados melhores do que o esperado no semestre.

A Bloomberg informou em 22 de dezembro que a Airbus estava a caminho para cumprir sua meta anual de entrega.

Mais Recentes da CNN