Alexandre Garcia: Brasil está servindo de modelo para a Argentina

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (28), o jornalista avaliou a taxa de desemprego no país

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

No quadro Liberdade de Opinião desta sexta-feira (28), Alexandre Garcia avaliou a taxa de desemprego no Brasil. A índice de desemprego ficou em 14,7% no primeiro trimestre deste ano e atingiu 14,8 milhões de pessoas, informou o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). É a maior taxa e o maior contingente de desocupados de todos os trimestres da série histórica, iniciada em 2012. 

“Não é consequência direta, a maioria [do desemprego] não é de agora. Quando Dilma [Roussef] deixou o governo eram 13,7 milhões de desempregados e não havia pandemia. No começo desse governo [o desemprego] já tinha baixado, em abril do ano passado estava em 9,7 milhões, mas com a pandemia voltou. Mas é um país milagroso. Dados de abril mostram que 120 mil empregos com carteira assinada foram recuperados. E a Fundação Getúlio Vargas deu um salto para previsão do PIB neste ano, em vez de 3,2%, agora é de 4,2%”, disse o jornalista.

“O espírito do brasileiro é ‘levanta, sacode a poeira e dá volta por cima’. Vamos em frente. Os argentinos estão mostrando o Brasil como modelo, os argentinos estão acabando, a Argentina está numa tragédia desesperada porque estão adotando medidas que não estão funcionando. [A Argentina] não está tendo aquele conjunto de vantagens entre a vida e a economia que sobem juntos, e nós estamos servindo de modelo para o nosso vizinho.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Sidney Rezende e Alexandre Garcia. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Alexandre Garcia no quadro Liberdade de Opinião
Foto: CNN Brasil (28.mai.2021)

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

Mais Recentes da CNN