Amazon planeja enviar Alexa ao espaço em foguete da Nasa

Assistente de voz pode fazer parte da Artemis I, missão não-tripulada que fornecerá bases para o retorno de humanos à Lua

Centro de distribuição da Amazon em Staten Island (EUA)
Centro de distribuição da Amazon em Staten Island (EUA) Reuters

Alejandra Ramos Barredado CNN Business

Ouvir notícia

Apesar da ausência da Amazon na Consumer Electronics Show (CES), a gigante do comércio eletrônico começa o ano com os olhos na Lua.

Na última terça-feira (5), a Amazon anunciou planos de enviar sua assistente de voz Alexa ao espaço como parte da Artemis I, a missão não-tripulada da Nasa que fornecerá bases para o retorno de humanos à Lua.

Em uma missão futura, Artemis II, a Nasa enviará a primeira mulher e a primeira pessoa não-branca ao satélite.

Dentro da espaçonave Orion, será lançado o foguete “mais poderoso do mundo”, de acordo com a Nasa, e Alexa se juntará à jornada ao redor da Lua como parte do Callisto, uma carga útil de demonstração de tecnologia, construída em colaboração com engenheiros Lockheed Martin e Cisco.

“O computador de Star Trek foi parte de nossa inspiração original para Alexa, por isso é empolgante e uma lição de humildade ver nossa visão de inteligência ambiental ganhar vida a bordo da Orion”, disse Aaron Rubenson, vice-presidente do Alexa Everywhere, na Amazon.

A viagem de Alexa ao espaço “ajudará a explorar como a tecnologia de voz e a inteligência artificial podem ajudar os astronautas em missões futuras”, disse comunicado.

Além disso, a empresa afirma estar desenvolvendo uma série de experiências, disponíveis ainda este ano, com o objetivo de tornar a exploração espacial mais acessível para quem deseja seguir de perto a missão da Artemis.

Já é possível definir lembretes para mantê-lo atualizado sobre a missão. Basta dizer: “Alexa, leve-me à Lua”.

A espaçonave Orion viajará mais de 450 mil quilômetros da Terra em uma missão que durará de quatro a seis semanas.

De acordo com a Nasa, a Orion permanecerá no espaço por mais tempo do que qualquer outra espaçonave sem se acoplar a uma estação espacial, e também retornará à Terra “mais rápido e quente do que nunca”.

O Artemis I está programado para decolar da plataforma de lançamento 39B do Kennedy Space Center da Nasa na Flórida em 2022. Há uma janela de lançamento que abre em 12 de fevereiro e fecha em 27 de fevereiro.

Caso o lançamento não ocorra em fevereiro, o Artemis I poderia decolar entre 12 e 27 de março ou entre 8 e 23 de abril.

Além do anúncio do espaço, a Amazon também apresentou uma nova experiência para seu dispositivo de streaming, Fire TV; um novo sensor de segurança para suas câmeras de segurança, Ring, e um acordo com o fornecedor automotivo Stellantis.

Este conteúdo foi criado originalmente em espanhol.

versão original

Mais Recentes da CNN