Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Argentina veta parcelamento de compras no exterior para conter a saída de dólares

    Desde o início do ano, o dólar avançou mais de 20% ante o peso argentino

    A partir da próxima segunda-feira (4), operadoras de cartão de crédito e provedoras de serviços financeiros poderão autorizar compras fora do país apenas à vista
    A partir da próxima segunda-feira (4), operadoras de cartão de crédito e provedoras de serviços financeiros poderão autorizar compras fora do país apenas à vista Artur Widak/NurPhoto via Getty Images

    André Marinho, do Estadão Conteúdo

    Ouvir notícia

    O Banco Central da República da Argentina (BCRA) decidiu proibir o parcelamento de compras realizadas no exterior, em mais um esforço para conter a saída de dólares do país e mitigar a recente desvalorização do peso argentino.

    Em comunicado, a autoridade monetária informou que, a partir da próxima segunda-feira (4), operadoras de cartão de crédito e provedoras de serviços financeiros poderão autorizar compras fora do país apenas à vista. A medida deve conter o consumo estrangeiro, já que a nação latino-americana enfrenta uma série de dificuldades econômicas.

    Desde o início do ano, o dólar avançou mais de 20% ante o peso argentino, cotado a 125,453 pesos na sexta-feira (1º). Buenos Aires dispõe de reservas limitadas de moedas internacionais, em um cenário de inflação elevada e aperto monetário. No final do mês passado, o Fundo Monetário Internacional (FMI) aprovou o desembolso imediato de cerca de US$ 4 bilhões ao país.

    Mais Recentes da CNN