Banco Mundial diz que não pode ajudar El Salvador a implementar bitcoin

Nesta semana, El Salvador se tornou o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda legal

El Salvador legalizou o bitcoin
El Salvador legalizou o bitcoin Foto: Yuriko Nakao / Colaborador / Getty Images

Rodrigo Campos, da Reuters*

Ouvir notícia

O Banco Mundial disse nesta quarta-feira (16), que não pode ajudar na implementação do bitcoin em El Salvador, devido às deficiências ambientais e de transparência.

“Estamos empenhados em ajudar El Salvador de várias maneiras, incluindo transparência monetária e processos regulatórios”, disse um porta-voz do Banco Mundial por e-mail. 

“Embora o governo tenha nos procurado para obter assistência sobre bitcoin, isso não é algo que o Banco Mundial possa apoiar, dadas as deficiências ambientais e de transparência.”

Nesta semana, El Salvador se tornou o primeiro país a adotar o bitcoin como moeda legal depois que o Congresso aprovou a proposta do presidente Nayib Bukele. A decisão não passou incólume, e o Fundo Monetário Internacional (FMI) mostrou preocupação com o impacto potencial. A dúvida é se o país latino-americano será um caso isolado ou se outras nações vão seguir o seu exemplo.

No Brasil, o bitcoin não tem regulamentação específica, mas não é ilegal. Brasileiros não só podem possuir e negociar criptomoedas no mercado, como também devem declarar ganhos com o investimento dependendo do valor mensal movimentado. 

*Com informações de Matheus Prado, do CNN Brasil Business, em São Paulo

Mais Recentes da CNN