BC europeu alerta investidores sobre riscos de aumento da inflação

A inflação ainda deve desacelerar no próximo ano, conforme o efeito da alta nos preços da energia diminui

REUTERS/Kai Pfaffenbach

Bart Meijer e Francesco Canepa)da Reuters

Ouvir notícia

Os investidores precisam estar cientes do risco de aumento da inflação para evitar ajustes de choque, mesmo com a alta nos preços ainda aparentemente temporária, disse o holandês Klaas Knot, membro do Banco Central Europeu (BCE), nesta segunda-feira (11).

“O atual apetite pelo risco nos mercados só pode ser sustentado por inflação baixa e taxas de juros baixas”, disse o presidente do banco central da Holanda a repórteres.

“Ainda espero que o aumento da inflação seja em grande parte temporário, mas temos que levar em consideração outros cenários com inflação estruturalmente mais alta e taxas de juros mais elevadas. Porque se não o fizermos, isso pode levar a choques de quedas de preços no futuro.”

Uma alta nos preços da energia elevou a inflação na zona do euro para 3,4% em setembro, seu nível mais alto desde 2008. Mas a inflação ainda deve desacelerar no próximo ano, conforme o efeito da alta nos preços da energia diminui.

“O efeito dos preços da energia sobre a inflação é temporário por natureza, já que eles precisam continuar subindo para continuar pressionando para cima a inflação”, disse Knot.

“Mas a inflação também é empurrada para cima pelas restrições mundiais de oferta, que podem ser menos temporárias. Elas podem ser causadas por um reajuste no comércio internacional, já que as cadeias de abastecimento estão menos espalhadas pelo globo.”

Manutenção do crédito

As compras de títulos pelo Banco Central Europeu precisam ser calibradas cuidadosamente para garantir que os custos dos empréstimos de longo prazo permaneçam baratos, disse o economista-chefe do BCE, Philip Lane, nesta segunda-feira (11).

“Além da orientação futura dos juros, calibrar o volume de compras de ativos também desempenha um papel importante para garantir que a orientação monetária seja suficientemente expansionista”, disse Lane em um evento do BCE.

O BCE decidirá sobre o futuro de suas compras emergenciais de títulos em dezembro.

Lane repetiu que o atual aumento nos custos de energia deve empurrar para baixo a inflação na zona do euro e que um aumento pontual nos salários neste ano não implicará em uma mudança na tendência de crescimento dos preços.

Mais Recentes da CNN