Bolsa de Tóquio sobe mais de 7% em dia de altas nos mercados asiáticos

As altas vêm um dia após Kristalina Georgieva, diretora-gerente do FMI, afirmar que a pandemia do novo coronavírus causará uma recessão global em 2020

Homem de máscara caminha pela Bolsa de Xangai (28.fev.2020)
Homem de máscara caminha pela Bolsa de Xangai (28.fev.2020) Foto: Aly Song/Reuters

Ouvir notícia

Os mercados financeiros da Ásia registraram altas expressivas nesta terça-feira (24). O grande destaque foi o índice Nikkei, de Tóquio, que subiu 7,4%. Os mais importantes mercados da região também tiveram bom desempenho: o índice Hang Seng, de Hong Kong, subiu 4,4%; enquanto o Composite, de Xangai, teve alta de 2,34%.

As altas vêm um dia após Kristalina Georgieva, diretora-gerente do FMI, afirmar que a pandemia do novo coronavírus causará uma recessão global em 2020, que poderá ser pior do que a sofrida durante a crise financeira global de 2008.

As incertezas econômicas por conta da doença paralisam diversos países e derrubaram bolsas em todo o mundo nas últimas semanas.

Notícias positivas, no entanto, surgem da Ásia indicando avanços no combate à doença. Nesta terça-feira, a província chinesa de Hubei – onde o coronavírus registrou os primeiros casos conhecidos – anunciou que passará a permitir viagens a partir desta quarta (25).

A região registrou apenas um caso de contágio local nos últimos dias, em uma drástica redução após medidas de quarentena. 

Mais Recentes da CNN