Bunge tem lucro líquido de US$ 688 milhões no 1º trimestre

Vendas líquidas mais altas foram registradas nos segmentos de agronegócio, moagem e óleos refinados e especiais

Bunge atribuiu o resultado ao crescimento da receita nos principais segmentos de negócios da empresa
Bunge atribuiu o resultado ao crescimento da receita nos principais segmentos de negócios da empresa 3/104/2010REUTERS/Enrique Marcarian

Gabriela Brumatti, com informações da Dow Jones Newswires, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

A companhia norte-americana Bunge registrou lucro líquido de US$ 688 milhões (US$ 4,48 por ação) no primeiro trimestre deste ano, informou a empresa nesta quarta-feira (27). O resultado representa uma redução de 17,2% ante o lucro líquido de igual período do ano passado, de US$ 831 milhões (US$ 5,52 por ação).

Em base ajustada, o lucro líquido foi de US$ 4,26 por ação, ante lucro líquido ajustado de US$ 3,13 por ação obtido em igual intervalo de 2021. Analistas consultados pela FactSet previam lucro por ação de US$ 2,94.

No período, a receita avançou 22,5%, de US$ 12,96 bilhões para US$ 15,88 bilhões. Analistas esperavam receita de US$ 14,63 bilhões. O segmento de agronegócio foi responsável pelo montante de US$ 11,23 bilhões em vendas líquidas, no primeiro trimestre deste ano, alta de 14,7%, ante o faturamento de US$ 9,79 bilhões reportado em igual período de 2021.

As vendas da Divisão de Óleos Especiais e Refinados subiram 45,4%, de US$ 2,73 bilhões no primeiro trimestre de 2021 para US$ 3,97 bilhões no primeiro trimestre do ano. A Divisão de Açúcar e Energia reportou vendas de US$ 64 milhões, alta de 18,5% ante os US$ 54 milhões reportados em igual intervalo do ano anterior.

A Bunge atribuiu o resultado trimestral ao crescimento da receita nos principais segmentos de negócios da empresa durante o primeiro trimestre do ano. As vendas líquidas mais altas foram registradas nos segmentos de agronegócio, moagem e óleos refinados e especiais.

Quanto aos bloqueios relacionados à pandemia da covid-19, a Bunge afirmou que segue acompanhando de perto os desdobramentos relacionados ao avanço do vírus.

Embora a maioria das instalações tenha conseguido retornar às operações normais ou praticamente normais, “a força-tarefa interna da empresa está preparada para restabelecer medidas e protocolos de segurança caso as taxas de infecção aumentem”, informou a empresa em nota.

Mais Recentes da CNN