Caio Coppolla: Autonomia formal do BC representa um avanço institucional

A Câmara dos Deputados aprovou, por 339 votos a 114, o projeto de lei que prevê a autonomia da instituição

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

 

A Câmara dos Deputados aprovou, por 339 votos a 114, o projeto de lei que prevê a autonomia do Banco Central. O texto agora segue para a sanção do presidente Jair Bolsonaro (sem partido). No quadro Liberdade de Opinião desta quinta-feira (11), o comentarista Caio Coppolla falou sobre o projeto.

“A autonomia formal do Banco Central representa um avanço institucional, e isso é ponto pacífico no debate público sério. É unânime o endosso dos ex-presidentes do Banco Central à autonomia formal desta autarquia, e vamos lembrar que essas autoridades serviram sob governos de diferentes matizes ideológicas na economia, do neoliberalismo ao neossocialismo”, disse Coppolla.

“E, neste atual governo, de agenda econômica liberal, a medida foi bem recepcionada pelo Banco Central, sob o comando de Roberto Campos Neto.”

O Liberdade de Opinião tem a participação de Caio Coppolla e Rita Lisauskas. O quadro vai ao ar diariamente na CNN.

 

Caio Coppolla no quadro Liberdade de Opinião (11.fev.2021)
Caio Coppolla no quadro Liberdade de Opinião (11.fev.2021)
Foto: Reprodução/CNN

As opiniões expressas nesta publicação não refletem, necessariamente, o posicionamento da CNN ou seus funcionários.

(Publicado por Leonardo Lellis)

Mais Recentes da CNN