Carnaval deve injetar mais de R$ 227 milhões em São Paulo, diz SPTuris

Em entrevista à CNN, o presidente da SPTuris, Gustavo Pires, afirmou que a retomada dos eventos é vista com grande expectativa pelo setor

Lucas RochaElis Francoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Após dois anos de pausa devido à pandemia de Covid-19, as escolas de samba da cidade de São Paulo retornam ao Sambódromo do Anhembi nesta sexta-feira (22) e sábado (23).

O turismo associado ao Carnaval deve injetar mais de R$ 227 milhões na economia paulista, de acordo com estimativas da São Paulo Turismo (SPTuris), a empresa oficial de turismo e eventos da capital paulista.

Em entrevista à CNN, o presidente da SPTuris, Gustavo Pires, afirmou que a retomada dos eventos, com a melhora dos indicadores da pandemia, é vista com grande expectativa pelo setor. Segundo Pires, o impacto econômico do Carnaval 2020 na cidade de São Paulo foi de R$ 3 bilhões, sendo os desfiles no sambódromo responsáveis por R$ 227 milhões.

“Nós sabemos que este ano é atípico por conta da mudança de data, mas ainda assim a rede hoteleira, por exemplo, está aproximadamente 60% ocupada. Em 2020, o número de turistas foi de 37%, então aquece a economia, gera emprego e além de ser a festa do povo, festa democrática importantíssima para a nossa cidade”, disse.

Segundo Pires, o investimento da Prefeitura de São Paulo na festa deste ano é de R$ 57 milhões, incluindo apoio institucional e para a infraestrutura do sambódromo, além de repasses para a Liga Independente das Escolas de Samba de São Paulo (LigaSP) e para a União das Escolas de Samba Paulistanas (UESP).

Mais Recentes da CNN