Chery QQ renasce elétrico, com nome de guloseima e por menos de R$ 25 mil

Mini-SUV chega como uma aposta da fabricante chinesa contra a GM

Foto: Reprodução redes sociais

Wesley Santana, colaboração para o CNN Brasil Business

Ouvir notícia

Tudo indica que os carros elétricos devem ser populares em breve. Novos modelos têm sido anunciados nos últimos meses pelas mais diferentes fabricantes de automóveis. E a montadora chinesa Chery está colocando mais um no mercado. Nesta semana, detalhes do novo Chery QQ Ice Cream foram divulgados pela fabricante.

Além de contar com um nome diferente, Ice Cream (‘sorvete’ em inglês), a nova versão do subcompacto de sucesso chega totalmente elétrica e custando até US$ 5 mil (cerca de R$ 25 mil).

O objetivo da Chery é atender as necessidades urbanas dos compradores, principalmente da geração Z para a qual criou uma nova marca“ecologicamente consciente”, como classificou.

 

O mini-SUV entra no mercado chinês, inicialmente, para bater de frente com o Wuling Hong Guang Mini EV, da GM, responsável por um quinto das vendas de elétricos no país.

Embora não tenham sido divulgados detalhes técnicos do modelo, a imprensa asiática fala em uma autonomia de até 200 km e integração digital com conexão em nuvem.

Além disso, especula-se que o veículo esteja disponível em diversas cores – ou sabores -, com possibilidade de personalização.

 

Esteticamente, o modelo deve trazer aspectos que lembram a versão anterior, que é à combustão, mas com o cuidado de dar originalidade ao produto que está sendo divulgado como revolucionário.

O preço esperado pelo mercado é baseado no valor do modelo rival, que custa US$ 4,5 mil (cerca de R$ 23 mil), e é sucesso de vendas na China. O veículo da GM tem 17 cv de potência e alcança a velocidade máxima de 100 km/h.

A previsão é que as vendas do Cherry QQ Ice Cream comecem no próximo dia 24 de agosto.

Mais Recentes da CNN