Com guerra, ONU diz que economia da Ucrânia deverá contrair entre 30% e 50% em 2022

Já a Rússia deverá ter uma contração em cerca de 10% neste ano, atingida por sanções comerciais e financeiras

Bandeira da Ucrânia perto da cidade de Kramatorsk
Bandeira da Ucrânia perto da cidade de Kramatorsk Valentyn Ogirenko/Reuters

Ouvir notícia

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou nesta quarta-feira (18) que, em meio à destruição maciça de infraestrutura, fuga populacional e interrupção das atividades, a economia ucraniana deverá ter uma contração entre 30% e 50% em 2022. Já a Rússia deve contrair em cerca de 10% neste ano, atingida por sanções comerciais e financeiras.

Em relatório sobre as perspectivas para a economia global, a ONU destaca que a guerra na Ucrânia derrubou a frágil recuperação da pandemia, desencadeando uma crise humanitária devastadora na Europa, elevando os preços dos alimentos e commodities e exacerbando as pressões inflacionárias em todo o mundo.

“A guerra na Ucrânia derrubou uma frágil recuperação econômica da pandemia. As perspectivas de crescimento econômico global mudaram drasticamente desde nossa última previsão em janeiro, quando esperávamos um crescimento de 4% em 2002. Agora estamos revisando essa previsão de crescimento global para apenas 3,1%”, afirmou Shantanu Mukherjee, diretor do Departamento de Assuntos Econômicos e Sociais da ONU (DESA).

“Essa deterioração nas perspectivas de crescimento é ampla, inclusive para as maiores economias do mundo, Estados Unidos, União Europeia, China e muitos países em desenvolvimento”, acrescentou.

Mais Recentes da CNN