Conexão Agro: Safra 2021/2022 de cana-de-açúcar deve cair 13%, segundo Conab

Estiagem, baixas temperaturas e geadas afetaram a produção, segundo a Companhia Nacional de Abastecimento

Evandro Cinida CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A Companhia Nacional de Abastecimento (Conab) apontou uma redução na safra de 2021/2022 de cana-de-açúcar. A estimativa é que sejam colhidos 568 milhões de toneladas, volume 13% menor em relação à safra anterior.

Segundo a Conab, efeitos climáticos como estiagem, baixas temperaturas e geadas durante os meses de junho e julho afetaram a produtividade nas lavouras.

No Sudeste, região que mais produz cana-de-açúcar no país, a previsão é de redução de 16,8%. São Paulo foi o estado mais afetado.

No Centro-Oeste, houve diminuição de 0,8% na área a ser colhida, com prejuízos maiores em Mato Grosso do Sul.

No Sul do país, houve aumento de área cultivada, mas a produtividade deve cair, levando a uma colheita 6% menor. O Paraná foi o estado que mais sofreu com o clima.

Mais Recentes da CNN