Do time inicial de Paulo Guedes, somente três pessoas permanecem até hoje

Nesta quinta-feira (21), quatro secretários do Ministério da Economia pediram demissão, entre eles Bruno Funchal, secretário do Tesouro e Orçamento, e Jeferson Bittencourt secretário do Tesouro Nacional

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Do time inicial do ministro da Economia, Paulo Guedes, somente três pessoas permanecem até hoje. Veja quem saiu da pasta:

Primeiro escalão da equipe econômica

Saídas em 2019

  • Joaquim Levy, presidente do BNDES (Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social)
  • Marcos Cintra, secretário especial da Receita Federal

Saídas em 2020

  • Rogério Marinho, secretário especial da Previdência
  • José Levi, procurador-geral da Fazenda Nacional
  • Marcos Troyjo, secretário especial de Comércio Exterior
  • Mansueto de Almeida, secretário do Tesouro Nacional
  • Rubem Novaes, presidente do Banco do Brasil
  • Salim Mattar, secretário especial de Desestatização e Privatização
  • Paulo Uebel, secretário especial de Desburocratização

Saídas em 2021

  • Roberto Castello Branco, presidente da Petrobras
  • Waldery Rodrigues, secretário especial de Fazenda

Substitutos da equipe econômica

Saídas em 2021

  • Bruno Bianco, secretário especial do Trabalho e Previdência
  • Bruno Funchal, secretário especial do Tesouro e Orçamento
  • Jeferson Bittencourt, secretário do Tesouro Nacional

Permanecem até hoje

  • Carlos da Costa, secretário especial de Produtividade Emprego
  • Marcelo Guaranys, secretário-executivo
  • Adolfo Sachsida, secretário de Política Econômica

 

(Publicado por Sinara Peixoto)

Mais Recentes da CNN