Embraer vê tráfego global voltando apenas em 2024 para níveis pré-pandemia

Mesmo assim, movimento deve ficar 19% abaixo do volume previsto pela fabricante de aviões ao longo da década, até 2029

<strong>Letreiro da Embraer em Las Vegas, Nevada (21out.2019)</strong>
Letreiro da Embraer em Las Vegas, Nevada (21out.2019) Foto: REUTERS/David Becker

Ouvir notícia

A Embraer (EMBR3) estimou nesta quarta-feira (2) que o tráfego global de passageiros retornará apenas em 2024 aos níveis de 2019, mas ainda ficando 19% abaixo do volume previsto pela fabricante de aviões ao longo da década, até 2029.

“O impacto de curto prazo da pandemia global tem implicações de longo prazo na demanda por novas aeronaves”, disse Arjan Meijer, presidente da Embraer Aviação Comercial, em comunicado.

Leia também:
Embraer sofre ataque hacker e tem impacto temporário nas operações
Embraer aprova programa de recompra de até 7 milhões de ações

Ele afirmou que a previsão reflete algumas das tendências já sendo observadas como a aposentadoria antecipada de aeronaves mais antigas e menos eficientes, preferência por aviões menores, além da crescente importância das rotas domésticas e regionais para a restauração do serviço aéreo.

Mais Recentes da CNN