Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsas dos EUA fecham em alta após novas sanções à Rússia

    Índices iniciaram dia em baixa com guerra na Ucrânia, mas anúncio do presidente norte-americano, Joe Biden, sobre novas sanções à Rússia, reverteu trajetória de queda

    Placa de Wall Street em Nova York, EUA
    Placa de Wall Street em Nova York, EUA 09/03/2020REUTERS/Carlo Allegri

    Devik Jainda Reuters

    Ouvir notícia

    As ações dos Estados Unidos fecharam em forte alta nesta quinta-feira (24), lideradas por um ganho de 3% no índice de tecnologia Nasdaq, em uma reversão dramática do início da sessão, após o presidente norte-americano, Joe Biden, divulgar novas sanções mais duras contra a Rússia depois que Moscou iniciou uma invasão à Ucrânia.

    O índice S&P 500 subiu mais de 1% e encerrou uma série de quatro dias de queda em meio a preocupações com a escalada da crise. O índice Dow Jones também terminou em território positivo.

    Depois de consultar homólogos do Grupo dos Sete, Biden anunciou medidas para impedir a Rússia de negociar com as principais moedas do mundo, além de sanções contra bancos e empresas estatais.

    Todos os três principais índices tinham sofrido um forte movimento de vendas no início do dia após notícias da invasão da Ucrânia pela Rússia, com o Nasdaq perdendo mais de 3% na abertura. Eles atingiram máximas da sessão após os comentários de Biden e seguiram em território positivo até o final do pregão.

    “A posição dura que os EUA e a Europa estão adotando está enviando uma mensagem forte aos mercados financeiros de que eles tentarão prejudicar o máximo que puderem a economia russa”, disse Peter Cardillo, economista-chefe de mercado da Spartan Capital Securities em Nova York.

    “De uma perspectiva, isso é positivo”, disse ele, acrescentando que a venda no mercado pode não ter acabado. “No futuro, ainda estamos sujeitos a preços do petróleo provavelmente mais altos, provavelmente preços de commodities mais altos.”

    O setor de tecnologia da informação avançou 3,5% e deu ao S&P 500 seu maior impulso, em uma reversão de movimentos recentes.

    O índice S&P 500 fechou em alta de 1,50%, a 4.288,70 pontos. O Dow Jones subiu 0,28%, a 33.223,83 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite avançou 3,34%, a 13.473,59 pontos.

    Mais Recentes da CNN