Focus Energia substitui fornecedor de módulos fotovoltaicos para projeto solar

A alteração do fornecedor faz parte de plano de contingência para mitigar riscos e garantir o cumprimento do cronograma do projeto, diz Focus

Foto: Amanda Perobelli/Reuters

Por Gabriel Araujo, da Reuters

Ouvir notícia

 A Focus Energia informou nesta terça-feira (21) que fechou contrato com a Trina Solar para o fornecimento de módulos fotovoltaicos ao Projeto Futura 1, empreendimento com 22 parques de energia solar que está sendo desenvolvido pela companhia.

O contrato com a Trina Solar subsititui acordo anterior que a Focus mantinha com a Risen Energy para os serviços. Segundo fato relevante publicado pela Focus, a alteração do fornecedor faz parte de plano de contingência para mitigar riscos e garantir o cumprimento do cronograma do projeto.

A empresa disse que houve negativa da Risen Energy em cumprir condições acordadas em contrato. “Em última instância, (isso) poderia colocar em risco o cronograma do projeto num momento sensível para o país e para toda a sociedade brasileira diante do cenário hídrico atual”, afirmou a empresa.

A Focus acrescentou que, considerando o novo contrato, o Capex do projeto será de R$ 2,74 bilhões. O montante não considera “eventuais indenizações provenientes da relação contratual com o antigo fornecedor”, concluiu a empresa, que disse estar tomando medidas jurídicas cabíveis.

Procurada, a Risen Energy –que possui sede na China– disse que foi afetada por uma disparada nos preços de materiais para energia solar no país asiático ao longo do último ano, citando especialmente a inflação do polissilício.

“A situação muda muito rápido e muito dramaticamente… Tentamos renegociar os preços para essa inflação louca dos materiais solares”, afirmou a companhia em comunicado por e-mail.

Mais Recentes da CNN