Fora do teto, governo deve sugerir auxílio emergencial de até R$ 375

MP deve estipular pagamento de R$ 250 aos beneficiários, com o valor máximo se aplicando aos pais e mães solteiros

Funcionário da Caixa Econômica auxilia pessoas interessadas na retirada do auxílio emergencial
Funcionário da Caixa Econômica auxilia pessoas interessadas na retirada do auxílio emergencial Foto: Reprodução/Agência Brasil

Basília Rodriguesda CNN

Ouvir notícia

O governo federal pretende apresentar uma Medida Provisória que prevê o pagamento de R$ 250 aos beneficiários do auxílio emergencial e R$ 375 tanto para homens quanto mulheres, que sejam pais solteiros, e comandam a casa sozinhos.

A informação é de lideranças do governo ouvidas pela CNN. A ideia de estipular faixas de pagamento do benefício de acordo com perfil socioeconômico das pessoas foi apresentada pela equipe econômica do governo e vem sendo moldada.

Um ministro afirmou à CNN que não foi admitido fixar valor abaixo de R$ 250 mas que a sugestão foi feita. A disposição é pagar até R$ 44 bilhões, extrateto, como prevê o relatório da PEC Emergencial, apresentado pelo senador Márcio Bittar (MDB-AC) nesta quarta-feira.

Os valores fora do teto valerão apenas para renovação do benefício. O governo poderá aumentar seu endividamento para arcar com os custos da renovação do programa, de acordo com o relator. Caso o Congresso aumente o valor mensal do auxílio, lideranças governistas calculam que será necessário reduzir o número de beneficiários para não exceder o limite

Mais Recentes da CNN