G7 defende regulamentação de stablecoin em meio a “turbulências”

Recente colapso da TerraUSD, que mira na paridade com o dólar, ampliou defesa pela criação de critérios novos de regulação do setor

Grupo pede que o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês) coordene de forma ágil os esforços internacionais nessa área
Grupo pede que o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês) coordene de forma ágil os esforços internacionais nessa área Pexels

André Marinho, do Estadão Conteúdo

Ouvir notícia

O G7 defendeu nesta sexta-feira (20) o fortalecimento da regulamentação global de stablecoins, em comunicado conjunto divulgado após reunião de ministros das finanças e presidentes de bancos centrais na Alemanha.

Na nota, o grupo pede que o Conselho de Estabilidade Financeira (FSB, na sigla em inglês) coordene de forma ágil os esforços internacionais nessa área.

O pedido acontece em meio à recente “turbulência” no mercado de criptomoedas, de acordo com o texto.

O recente colapso da stablecoin TerraUSD (UST), que perdeu paridade com o dólar, ampliou a defesa pela criação de critérios novos de regulação do setor.

“Nós reafirmamos que nenhum projeto global de stablecoin deve começar a operar até que aborde adequadamente requisitos legais, regulatórios e de supervisão relevantes por meio de projeto apropriado e respeitando as normas aplicáveis”, diz o comunicado.

Mais Recentes da CNN