Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Guedes vê tensão entre poderes como “simulação de escalada nuclear”

    Ministro ainda admitiu que o presidente da República, Jair Bolsonaro, reage, eventualmente, "não tão bem" às críticas que recebe

    Ministro da Economia, Paulo Guedes
    Ministro da Economia, Paulo Guedes 25/06/2021REUTERS/Adriano Machado

    Anna Russido CNN Brasil Business*

    de Brasília

    Ouvir notícia

    O ministro da Economia, Paulo Guedes, comparou a tensão entre os poderes políticos do país como uma simulação da “lógica de uma escalada nuclear”. Ainda assim, ele reforçou acreditar na moderação em algum momento, uma vez que todos os atores estão bem intencionados e lutam pelo Brasil.

    “Às vezes um ator, para se defender, fala um pouco mais alto, aí o outro do lado de lá fala mais alto também… simulam a lógica de uma escalada nuclear: bota mais arma aqui, o outro ali, o outro ali, mas no fundo em algum momento tem que parar e falar olha, parar por aqui, vamos acalmar tudo, vamos trabalhar porque o Brasil precisa disso”, defendeu em almoço com a Frente Parlamentar pelo Brasil Competitivo, nesta quarta-feira (1º).

    Guedes ainda admitiu que o presidente da República, Jair Bolsonaro, reage, eventualmente, “não tão bem” às críticas que recebe. No entanto, definiu isso como um “estilo pessoal” do chefe do Executivo.

    “Me ressinto às vezes. Há pouca compreensão com o desprendimento do presidente de querer ajudar a avançar com as coisas, mas também… estilo pessoal, é um estilo pessoal. Às vezes recebe crítica de um lado, aí reage à crítica também às vezes não tão bem. Mas acho que o presidente é um fruto dessa democracia, acho que os partidos todos estão se aprimorando atualmente, buscando um aperfeiçoamento”, comentou.

    Na visão do ministro, no entanto, “toda vez que a crise se agudizou, todo mundo colaborou para resolver a mesma”, o que justifica sua confiança na democracia brasileira e na apaziguação entre os poderes.

    *Com informações de Agência Estado

    Mais Recentes da CNN