Ibovespa tomba 3,05% e vai aos 110 mil pontos; dólar dispara a R$ 5,42

Moeda americana tem maior alta percentual diária em quase 3 semanas

Reuters

Ouvir notícia

O principal índice de ações brasileiras seguiu a tendência amplamente negativa das bolsas internacionais nesta terça-feira (28), diante do maior pessimismo com a China e com a iminência de um ciclo global de aperto monetário para conter a inflação.

No fechamento do pregão, o Ibovespa caiu 3,05%, aos 110.123 pontos. Enquanto isso, o dólar avançou 0,89%, disparando a R$ 5,427. Mais cedo, a moeda americana subiu 1%, a R$ 5,4319.

Com isso, a moeda americana apresenta o valor mais alto desde 4 de maio (R$ 5,4322) e mais intenso ganho percentual desde 8 de setembro (+2,84%).

Não bastassem os receios de uma quebra da incorporadora Evergrande sobre os setores imobiliário e financeiro, a China passou a preocupar investidores também por questões sobre a oferta de energia, uma vez que restrições ao uso de carvão já começavam a impactar alguns setores da indústria do país. Isso pesou sobre ações de exportadoras brasileiras de metais, incluindo Vale e Usiminas.

A queda de bolsas de Estados Unidos e Europa adicionou pressão, com a combinação de inflação pressionada e expectativa de aperto monetário pesando sobre as perspectivas de empresários e consumidores.

O rendimento do Tesouro dos Estados Unidos dava um salto, refletindo apostas crescentes de alta iminente dos juros, o que pesava sobretudo nas ações de empresas de alto crescimento, movimento refletido na queda de mais de 1,5% do índice Nasdaq.

Por fim, a ata da última reunião do Copom, divulgada nesta manhã, mostrou o Banco Central disposto a estender o ciclo de aperto monetário também para conter a escalada de preços, com algumas instituições financeiras, como o Bradesco, sinalizando que pode rever a projeção de Selic, hoje em 6,25% ao ano, até o fim de 2021.

A especialista em ações da Clear Corretora Pietra Guerra também apontou em nota que o cenário político também pesava, com o governo federal sinalizando possível extensão do auxílio emergencial. “Isso traz algumas preocupações em relação aos gastos do governo e como ficará as contas públicas nos próximos anos”, afirmou ela.

Assim, a queda do Ibovespa só não foi maior devido à alta de ações de grandes bancos e de Petrobras, que têm grande peso na composição da carteira.

 

Mais Recentes da CNN